Tráfico com armamento de guerra em Friburgo deixa PM em alerta

Fuzis e granadas apreendidos em padaria no Jardim Ouro Preto podem ter relação com o aumento da quantidade de drogas na cidade
quarta-feira, 20 de setembro de 2017
por Alerrandre Barros
Foto de capa
Parte da munição apreendida sábado (Foto: 11º BPM)

Uma padaria estava sendo usada como fachada pelo tráfico de drogas para esconder armas com grande poder de destruição no Jardim Ouro Preto, distrito de Conselheiro Paulino, em Nova Friburgo. É o que afirma o comandante do 11º BPM, coronel Eduardo Vaz Castelano, após a apreensão de dois fuzis, dez granadas e farta munição no local. Um jovem foi preso e um homem é procurado pela polícia.

“A padaria fica embaixo da casa onde o material foi encontrado. A chave do imóvel ficava na padaria. A porta foi aberta por um funcionário da padaria”, disse Castelano. O flagrante foi feito por agentes da Radiopatrulha do batalhão depois de uma denúncia recebida pela PM através da central de denúncias 190. Os policiais foram até o local, na Avenida dos Ferroviários, no trecho entre o Jardinlandia e o Jardim Ouro Preto, e encontraram o arsenal de guerra no fim da tarde do último sábado, 16.  

Ao todo, os agentes apreenderam um fuzil AK 47 e um fuzil AR 15, mais 399 projéteis calibre 5.56, além de 168 projéteis calibre 7.62 AK 47, outros 49 projéteis calibre 7.62, cinco carregadores de AK 47 e mais 15 carregadores de fuzil 5.56, 22 carregadores de pistola 9 milímetros, um carregador de pistola 40 e dez granadas.

Durante a ação, um adolescente de 17 anos foi apreendido e três foram detidos, sendo dois jovens, de 19 e 21 anos, e um homem de 44 anos. Eles foram levados para a 151ª DP, mas somente o rapaz de 21 anos permaneceu preso. De acordo com a PM, ele tem envolvimento direto com o tráfico. Os demais trabalhavam na padaria. Um homem de 27 anos também é procurado.

A apreensão do material deixou os policiais do 11º BPM ainda mais alertas. Traficantes que antes usavam armas de menor porte em Nova Friburgo passaram portar, nos últimos tempos, pistolas e, agora, atuam na cidade com armas pesadas. Recentemente, a PM apreendeu granadas e dinamite nos bairros Catarcione, Rui Sanglard e Nova Suíça, mas nunca um fuzil.

Para Castelano, o uso inédito de armamento pesado em Friburgo é indício de que grande quantidade de drogas está sendo transportada para a cidade. Reflexo disso está na grande quantidade de maconha e cocaína que a PM apreendeu nos últimos meses. O número de prisões também têm aumentado, segundo o 11ºBPM. Só na última semana, em quatro dias, dez suspeitos foram presos na venda direta de entorpecentes.

“O uso dessas armas indica uma relação maior do tráfico do interior com a capital. E, também, a necessidade maior de defesa entre as quadrilhas rivais que disputam o comércio ilegal de drogas. E, ainda, o enfrentamento com a polícia. Estamos mais alertas. Essa apreensão foi possível devido ao apoio da população que ajuda a PM com denúncias. Fizemos, portanto, um trabalho preventivo”, destacou.

O material apreendido, segundo Castelano, pertence a facção que atua no Morro da Pedra, no Alto de Olaria, por isso a sigla MDP pintada nas dezenas de cartuchos dos fuzis apreendidos na padaria. Para colaborar com informações, a população pode ligar para o telefone 190 ou o disque-denúncia (22) 2523-4590 ou, ainda, pelo WhatsApp do 11º BPM: 98132-5273.

 

LEIA MAIS

Operações aconteceram em Olaria, Granja Spinelli e Conselheiro Paulino

Pés foram encontrados no quintal de uma casa no bairro São José

Com ela Polícia Militar encontrou 25 trouxinhas de maconha e material para endolação

Publicidade
Agora Faz
TAGS: Drogas | tráfico