Sobe para 22 o número de casos de febre amarela no estado

Paciente foi o primeiro identificado com a doença em Bom Jesus de Itabapoana
quarta-feira, 21 de junho de 2017
por Dayane Emrich
Foto de capa
O macaco encontrado morto em Barracão dos Mendes (Foto: Arquivo AVS)

Subiu para 22 o número de casos de febre amarela registrados no Estado do Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pela Secretaria estadual de Saúde na última segunda-feira, 19. De acordo com o boletim epidemiológico, o novo registro foi no município de Bom Jesus do Itabapoana, no Noroeste Fluminense. Ao todo, oito pessoas morreram no estado vítimas da doença.

A maior parte dos casos foi registrado na Baixada Litorânea, no município de Casimiro de Abreu, onde houve sete casos e um óbito. A cidade de Macaé, no Norte Fluminense, aparece em seguida, com quatro casos e duas morte. Em Porciúncula, foram registrados dois casos, ambos letais. Fazem parte da lista ainda os municípios de Maricá, Silva Jardim e Santa Maria Madalena, com um caso e uma morte cada; e São Fidélis, São Pedro da Aldeia, Cachoeiras de Macacu, Niterói e São Gonçalo, com um registro da doença cada.

A secretaria divulgou ainda o número de municípios que tiveram casos de macacos mortos com a doença: São Sebastião do Alto, Campos dos Goytacazes, Maricá, Carmo, Rio das Flores, Macaé, Petrópolis, Macuco e Santa Maria Madalena.

Em Nova Friburgo, três macacos foram encontrados mortos. Dois deles na localidade de Toca da Onça e Santiago, em Lumiar. O caso aconteceu em março, quando acontecia a campanha de vacinação contra a doença na cidade. Na ocasião, os corpos foram levados para exames e um dos resultados deu negativo para febre amarela. A Secretaria municipal de Saúde, no entanto, ainda aguarda outro exame para confirmar a causa da morte dos animais.

Em maio, outro primata foi encontrado morto no Sertão de Rio Bonito, também no distrito de Lumiar. A Secretaria municipal de Saúde encaminhou o corpo do animal para análise em um laboratório no Rio de Janeiro e há suspeitas de que ele tenha morrido por febre amarela, devido à proximidade com Casimiro de Abreu, na Região dos Lagos. A equipe de reportagem de A VOZ DA SERRA entrou em contato com a prefeitura para saber o resultado do laudo, mas até o fechamento desta edição não obteve resposta.

Ao todo, mais de 100 mil pessoas já foram imunizadas contra a febre amarela na cidade. A vacinação continua em quatro postos: de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, nos postos Sylvio Henrique Braune, no Suspiro, e Tunney Kassuga, em Olaria; às quartas e sextas-feiras, durante todo o dia, no posto do Cordoeira; e às terças e quartas-feiras, no período da manhã, no posto de São Geraldo.

 

LEIA MAIS

Hoje imunização pode ser feita, das 9h às 16h, nos postos de Olaria e do Cordoeira, e amanhã, no de São Geraldo

Saiba por que é errado pensar que vacinas, além de não serem necessárias, fazem mal à saúde

Vacinação continua durante a semana em Nova Friburgo, em vários bairros. Confira a lista dos postos

Publicidade
Agora Faz