Site de A VOZ DA SERRA completa 20 anos

Veículo foi um dos primeiros do país, entre jornais do interior, a ter plataforma digital de notícias
segunda-feira, 12 de junho de 2017
por Ana Borges
Foto de capa
A notícia da criação do site na página 3 da edição de 12 de junho de 1997 (Foto: Arquivo AVS)
A edição de 12 de junho de 1997 de A VOZ DA SERRA trazia na capa a notícia sobre o lançamento do jornal no universo online: “Estamos na internet. Agora, internautas espalhados por todo o mundo já podem ter notícias de Nova Friburgo e região digitando www.avozdaserra.com.br. Fale com a gente pelo e-mail jornal@avozdaserra.com.br. Entre e confira!”. A matéria chamava a atenção para o novo veículo de divulgação de A VOZ DA SERRA, “que conta agora com uma home page interligada a essa rede, atingindo um imenso universo de leitores em todos os países”. Informava ainda sobre o provedor de acesso em Nova Friburgo, da empresa Netflash, que criou a página “dentro dos padrões utilizados pelos principais veículos de comunicação que navegam diariamente no universo online”.   

Sem dúvida um dos primeiros sites de notícias do Brasil, apesar de sermos um jornal de interior

Gabriel Ventura Braga, vice-presidente de A VOZ DA SERRA

Se considerarmos que apenas seis anos antes, em 6 de agosto de 1991, o físico britânico Tim Berners-Lee apresentara o conceito global da World Wide Web (www), a internet que conhecemos hoje, o então diretor de A VOZ DA SERRA,  Laercio Ventura, foi um homem de visão. Pouco se conhecia sobre os fundamentos desta revolucionária plataforma quando foi ao ar o primeiro site da internet, contendo uma página de texto básico e palavras com hiperlinks. Isso, há 26 anos, para o mundo. E há 20 anos, A VOZ DA SERRA passou a fazer parte desse inovador conceito global.

Para celebrar seus 20 anos, o site ingressa numa nova fase de mudanças a partir da segunda-feira, 12, começando por um novo visual. O objetivo é ficar ainda mais claro, ágil e informativo para seus leitores.

Do princípio aos dias atuais

O primeiro provedor de Nova Friburgo havia sido criado um ano antes pelos irmãos Fujimaki (Kendi e Eidi), responsáveis pela implantação da então revolucionária ferramenta de conexão à longa distância num veículo de comunicação. Seguindo o que já se vislumbrava, A VOZ DA SERRA, o principal diário friburguense, contribuiu para engrossar a ainda incipiente lista de jornais impressos com site.

Depois vieram as empresas DesignTec e a Ópera Digital, que desenvolveram e administraram os portais atuais. Nesta reportagem, contamos com o depoimento de Roulien Bohrer - CEO da Ópera, atual administradora do nosso Portal.

Para contar essa história, convidamos Fábio Herdy, funcionário do jornal entre 1991 e 2014, então, diagramador, que participou da implantação do site, de seu funcionamento e desenvolvimento ao longo daquele período. O revisor João Clemente, que editou o site de 2015 a meados de 2017, quando deixou o jornal. E a jornalista Adriana Oliveira, que assumiu a editoria do site em maio deste ano, contratada especialmente para ocupar o cargo. A seguir, os depoimentos desses três profissionais que bem ilustram a trajetória e as perspectivas para o futuro de nosso site.    

Por Fábio Herdy

“Era uma época de inovação para A Voz da Serra. Ano 1997. A equipe começava a usar computadores e transformar sua infraestrutura. Ter um site ou mesmo internet em casa - email e visitar sites por conexão discada - era uma novidade para todos.

Aos poucos, A Voz da Serra recebia as "cartas" e colunas dos colaboradores por e-mail e ter um site veio de uma vontade de estar à frente, de inovar. Assim, em parceria com a Netflash -- que foi a pioneira em internet em Nova Friburgo -- o senhor Laercio e o funcionário Everton Herdy começaram a estudar as possibilidades de lançar A VOZ DA SERRA no virtual.

Foi uma parceria importante para a Netflash, para o jornal e também para Nova Friburgo, pois o cidadão passou a ter notícias de sua cidade, onde estivesse. Acontecia muito de recebermos e-mails de friburguenses que estavam em outras cidades brasileiras ou outros países, agradecendo por ter, de alguma forma, contato com os acontecimentos da sua cidade.

Laercio Ventura tinha um pouco de receio e, ao mesmo tempo, entusiasmo pelo que estava por vir. Foram muitas reuniões, ideias, layouts, assim como visitas à sede da Netflash. Mas não tinha como escapar, os jornais de grande circulação já tinham seus sites e A VOZ DA SERRA também queria mostrar-se à frente, sendo o primeiro site de notícias da região.

No início, a única dificuldade é que não tínhamos tanta autonomia técnica como hoje, e o conteúdo era "publicado" no site do jornal pela Netflash. Dava bastante trabalho para toda a nossa equipe, mas também para o pessoal do provedor. Após o fechamento da edição, fazíamos uma seleção de tudo e mandávamos as matérias e fotos por e-mail para a Netflash, que prontamente colocava no ar.

Nosso diretor sempre buscou manter o jornal como um pioneiro. Fazia questão de atender aos leitores com conteúdo de qualidade, queria ter sempre material exclusivo e deu ao jornal A VOZ DA SERRA a credibilidade que se mantém até hoje. Igualmente, as inovações tecnológicas eram bem vistas por ele, mas dentro das possibilidades e necessidades da empresa. Sempre bom lembrar a alegria dele ao ver as inovações acontecendo, como foi o caso das edições que passaram a diárias, do primeiro site e em seguida a impressão colorida. Essas conquistas o enchiam de orgulho pelas metas alcançadas, assim como toda a equipe do jornal A VOZ DA SERRA."

Por João Clemente

“Os veículos de comunicação são um instrumento indispensável para um município, pois através deles se obtêm a informação e o conhecimento necessários para se aprimorar a vida em comunidade. E a internet, naturalmente, trouxe ao jornalismo um poder de propagação de conteúdo inimaginável até não muito tempo atrás.

Já o jornal impresso, por sua vez, se tornou o formato mais adequado à leitura atenciosa e profunda, e de valor documental, para se guardar. A internet também possibilitou aos leitores falar diretamente com o jornal. É um ambiente onde esses próprios leitores contribuem para a produção da informação — e também um ambiente onde os leitores-cidadãos debatem entre si.    

Pessoas que vivem em uma mesma cidade — mas que na verdade é como se não vivessem — têm agora um espaço comum de troca de ideias e de tomada de consciência do ponto de vista do outro. Claro que isso é só o início; em se tratando de internet, estamos nos primórdios de qualquer história que se queira contar.”

Por Adriana Oliveira, editora de web

“Editar o site de A Voz da Serra é um desafio que me enche de alegria, satisfação e, sobretudo, energia. Ao longo de 25 anos de jornalismo, acompanhei de perto inúmeras mudanças na profissão, no jeito de produzir notícias e de fazer jornal. Mas nada que se compare à revolução digital que, espelhada no comportamento social, impregnou as redações tão fortemente nos últimos anos.

Estimular os jornalistas a "pensar online", a elaborar as pautas de olho nas múltiplas possibilidades abertas por diferentes plataformas -- impresso, site, audiovisual, redes sociais -- é algo que inicialmente soa trabalhoso, mas no fim das contas se revela extremamente recompensador para o profissional de comunicação. Afinal, todo jornalista "curte" ver seu trabalho sendo comentado, compartilhado, alcançando repercussão.

Meu objetivo número um como editora web de A VOZ DA SERRA é tentar dar o máximo possível de dinamismo ao site, postando as notícias de forma que nossos leitores tenham uma visão 360 graus e atualizada de todas as áreas de cobertura da cidade. Por isso foram sugeridas algumas mudanças para sinalizar melhor a existência de conteúdos específicos que já produzimos, como reportagens de teor econômico, por exemplo. Ou a duplicação do espaço destinado às principais notícias do dia, privilegiando tanto fatos que acabaram de acontecer como assuntos relevantes que merecem permanecer visíveis por mais tempo na página principal.

A equipe de A VOZ DA SERRA produz um volume diário de reportagens e artigos que permite modular a velocidade das publicações online.

Temos procurado incansavelmente, também, aumentar a interatividade com nossos leitores, através do site e das redes sociais. Daí iniciativas como enquetes, vídeos, capas com gifs e outros recursos estarem sendo explorados e surtindo resultados tão positivos, permitindo aos profissionais do jornal testar seus limites com responsabilidade e ousadia. A palavra-chave é inovação, e A VOZ DA SERRA, sendo referência como veículo de informação na cidade, não poderia perder esse bonde e deixar de fazer acontecer.”

Ópera Digital -- por Roulien Bohrer – CEO da Ópera Digital
 

“Ter um portal on-line há tanto tempo demonstra todo o pioneirismo e compromisso em divulgar notícias com rapidez e agilidade. O Portal A VOZ DA SERRA já é um patrimônio de utilidade pública do qual devemos nos orgulhar, pois é um dos melhores sites de jornais de interior do Brasil, e a Ópera Propaganda se orgulha em dobro, como friburguense e criadora do site.

Há cerca de três anos, fomos procurados para desenvolver um projeto ousado: criar um portal moderno, sólido e preparado não somente para PCs, mas também smartphones e tablets, numa época em que o acesso por outros dispositivos ainda estava engatinhando. Era uma preparação para o futuro.

Oferecemos um projeto de primeira linha, usando tecnologias das maiores publicações do mundo, e o A Voz da Serra não titubeou em aceitar e apoiar a empresa em todos os passos do desenvolvimento.

Desde então, o site cresce em todos os sentidos. Nos últimos 12 meses, o portal teve 1,7 milhão de acessos. E lembra daquela visão de futuro de que o site deveria estar preparado para ser acessado via celulares? Mais da metade dos acessos já são feitos por esses dispositivos.

Parabéns ao jornal A VOZ DA SERRA por 20 anos de Portal on-line e muito obrigado por nos deixar fazer parte dessa história de sucesso!”

Inovação e pioneirismo -- por Gabriel Ventura Braga, vice-diretor deA VOZ DA SERRA

“Em meados dos anos 1990, a internet ainda engatinhava mas eu, apesar da idade, já tinha o privilégio de ter acesso à rede mundial de computadores. Para os que se lembram deste período, principalmente em Nova Friburgo, era necessário uma ligação interurbana para o Rio de Janeiro para que fosse possível se conectar. A minha intimidade com a internet sempre acabou suscitando curiosidade com a nova tecnologia e, tendo sido sempre muito próximo de meu avô, Laercio, não tardou muito até que eu começasse a importuná-lo para lançar um site para o jornal A VOZ DA SERRA, que ele dirigia.  

Ranzinza, porém sempre carinhoso e disposto a não deixar pergunta sem resposta, ele repetia que não sabia como aquilo funcionaria, nem como encaixar no modelo de negócios da empresa. O objetivo do jornal, segundo ele, era  “vender papel”, isto é, focar na venda e distribuição de jornais impressos. Porém o zeitgeist foi implacável e não tardou muito até que o projeto fosse à frente e o site lançado em 1997.

Sem dúvida um dos primeiros sites de notícias do Brasil, apesar de sermos um jornal de interior. Vale ressaltar que não participei do projeto e nem mereço crédito pelo seu lançamento. Eu era somente uma das pessoas que torciam para que este acontecesse.

No entanto, sempre estive, de alguma forma, ligado a esta plataforma de A Voz da Serra. Uma das atualizações tecnológicas do site, no fim dos anos 2000, só aconteceu pela minha insistência e apresentação de uma equipe para executar as sugestões, que era formada por amigos meus, ainda pouco conhecidos no meio, naqueles tempos. Mesmo assim, ele foi em frente confiando na minha recomendação.

Com a sua morte em 2013, coube a mim a responsabilidade de traçar o futuro do site e em 2015, fizemos uma reformulação completa da plataforma, em parceria com a Ópera Digital. Apesar de manter sempre os princípios básicos que nos trouxeram até aqui, buscamos constantemente nos reinventar. Durante 2017 esperamos lançar mais algumas novidades com o objetivo de proporcionar cada vez mais um conteúdo de alta qualidade, interativo e variado.

Vivemos em um momento ímpar na história, onde cada vez mais as pessoas consomem notícias digitalmente. Esta transformação não se deu sem problemas, já que o meio muitas vezes recompensa e ajuda a promover indiscriminadamente o sensacionalismo, a fofoca, a “fake news”, a baixaria e o clique a qualquer custo.

Mais do que nunca, muito nos honra saber que somos diferentes, cumprindo nosso dever com seriedade, compromisso e honestidade. Mesmo assim, com todas as dificuldades inerentes a esta nova realidade, desde 1997 até os dias de hoje, ainda distribuímos nossas notícias online gratuitamente para o mundo, mesmo sabendo que não "vende papel".

Parabéns a todos os profissionais que participaram e participam da história de A VOZ DA SERRA online. Que venham mais 20 anos.”

Em tempo: 20 anos num piscar de olhos, num estalar de dedos, ou melhor, num clique -- por Adriana Ventura, diretora de A VOZ DA SERRA
 

“Não podemos sequer imaginar para onde levará esse caminho cibernético, que nos assusta todos os dias com tantas novas possibilidades e tecnologia. Mas tenho a certeza de que estaremos fazendo o que melhor sabemos fazer: informar, noticiar.

E nunca esqueceremos do grande passo que um jovem senhor, de 67 anos, deu um dia, e que já nos trouxe até aqui.

Ele apenas provou a todos nós, sua equipe, o quanto era moderno e corajoso, características cuja modéstia não o deixava admitir.”

LEIA MAIS

Âncora da BandNews diz que jornal friburguense "cumpre um trabalho importante para a população da região"

Jornal digital está mais atualizado, mais visível nas redes, mais interativo e ganha seção de vídeos

Mudança inspirou novos projetos e equipe renovada apresenta novidades

  • A notícia da criação do site na primeira página de 12 de junho de 1997 (Foto: Arquivo AVS)

    A notícia da criação do site na primeira página de 12 de junho de 1997 (Foto: Arquivo AVS)

  • Anúncio de página inteira veiculado na página 7 da edição de 12 de junho de 1997 (Foto: Arquivo AVS)

    Anúncio de página inteira veiculado na página 7 da edição de 12 de junho de 1997 (Foto: Arquivo AVS)

Publicidade
Agora Faz