Show de Wesley Safadão deixa rastro de lixo pela Via Expressa

Equipes têm trabalho para fazer limpeza: leitor diz que ônibus até despejou dejetos na rua
terça-feira, 13 de março de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
A limpeza na Via Expressa nesta segunda, após o show (Foto: Divulgação PMNF)

O show do cantor Wesley Safadão na Via Expressa neste domingo, 11, deixou muita sujeira espalhada pelos arredores do local, dando trabalho às equipes de limpeza da Subprefeitura de Olaria e da Empresa Brasileira de Meio Ambiente (EBMA). O subprefeito Cláudio Pereira aproveitou para realizar o plantio de mudas de árvores ao longo da Via Expressa, enquanto outros funcionários cuidavam da desobstrução de bueiros na Rua Bahia.

O serviço de limpeza em Olaria costuma ocorrer todo domingo após a realização da feira livre. Com o auxílio de uma máquina pá carregadeira, os funcionários da subprefeitura e da EBMA recolhem os detritos que restaram da feira nas ruas Presidente Vargas e Manoel Lourenço Sobrinho.

O trabalho de capina e limpeza já vem sendo feito na Via Expressa  devido à utilização do espaço para práticas esportivas como corridas, caminhadas e passeios de bicicleta. No último domingo de cada mês a Secretaria municipal de Esportes promove ali o Domingo de Lazer. Aproveitando algumas mudas do projeto Nova Friburgo Cidade Verde, que teve uma etapa nesta sexta-feira,  9, na Praça Monsenhor Mielli, Cláudio Pereira determinou o plantio num trecho da Via Expressa.

Através do WhatsApp de A VOZ DA SERRA (22-99213-9995), o leitor Paulo Cézar reclamou:

“Sobre o show promovido no último domingo, 11, na Via Expressa, em Olaria, do cantor Wesley Safadão, observo que a cidade precisa sim de eventos, mas, desde que haja organização, fiscalização e um lugar adequado. O que aconteceu nos arredores da Via Expressa foi uma total desordem e falta de respeito com os moradores. Carros de vendedores na calçada do condomínio Roseiral, uma van bloqueou a saída de emergência do condomínio, um ônibus até despejou dejetos na rua, ocasionando um mau odor por toda a extensão da via. Uma vergonha! Fico imaginando o que deve passar pela cabeça de um administrador municipal quando autoriza um evento desse porte. Cadê a fiscalização?” (foto).

Projeto Nova Friburgo Cidade Verde distribui mudas para moradores de Olaria

Quem passou pela Praça Monsenhor Mielli, em Olaria, na última sexta-feira, 9, pôde voltar para casa com uma muda de árvore nativa da Mata Atlântica. A ação  integrou o projeto Nova Friburgo Cidade Verde, que acontece em parceria com a InterTV. Ao todo, mil mudas foram distribuídas à população local. Iniciativa que também faz parte do planejamento de plantio de 200 mil mudas em diversas regiões da cidade, em celebração ao bicentenário.

Além da distribuição, uma muda também foi plantada simbolicamente no jardim da principal praça do bairro, em frente à Igreja Nossa Senhora das Graças. O plantio foi realizado pelo subprefeito de Olaria, Cláudio Pereira; pelo gerente de apoio administrativo da subprefeitura, Matiel Gonçalves Custódio e por Jorge Alves, o conhecido Jorge Natureza, responsável pelo horto municipal, setor da Secretaria de Serviços Públicos (foto de divulgação da PMNF/ Daniel Marcus).

Para Jorge, o projeto está no caminho certo tanto por fortalecer o meio ambiente quanto por dar uma amostra do que pode ser feito junto com as pessoas no que se refere à necessidade de recuperar as espécies da Mata Atlântica em nosso meio. Opinião semelhante teve o subprefeito Cláudio Pereira, que ainda ressaltou a importância de escolher o bairro Olaria como um dos cenários para a ação, já que a região tem muitos moradores, mas ainda carece de mais áreas verdes.

Dentre as mudas mais procuradas pelos moradores que passaram pela praça estavam as quaresmeiras e o ipê amarelo. Maria do Carmo Lopes, moradora da Rua Gustavo Lira, fez questão de levar uma muda para plantar. “É uma maravilha conseguir uma muda. Já estou acostumada a lidar com plantas, tenho mais de 50 vasos em casa”, contou ela. Maria Cecília Faria Heckert, moradora da Rua Vicente Sobrinho, também aproveitou a oportunidade e declarou que projetos assim são realmente necessários. “Menos desmatamentos e mais verde”, disse ela. Brás Heckert comentou que já havia conseguido uma muda na ação do projeto na Praça Dermeval Barbosa Moreira, mas fez questão de voltar, agora em Olaria, para obter outra. “Onde tem árvore, tem água”, lembrou.

A primeira ação do Nova Friburgo Cidade Verde aconteceu na Praça Dermeval Barbosa Moreira. Outras etapas do projeto também estão previstas em outras localidades: no próximo dia 14, no Colégio Dermeval Barbosa Moreira, também em Olaria; dia 29, na Praça Lafayette Bravo, em Conselheiro Paulino; dia 18 de abril, na creche Princesa Isabel, no Vale dos Pinheiros; em data a ser definida, na Praça Carlos Maria Marchon, em Lumiar; dia 9 de maio, na Escola Municipal Dante Laginestra, em Riograndina, e no dia 16 de maio, o encerramento na Praça do Suspiro, integrando as comemorações dos 200 anos de Nova Friburgo.

 

Publicidade
Agora Faz
TAGS: