Sem funcionários, escolas de Campo do Coelho deixam de abrir

Diretoras tiveram autonomia para organizar os turnos com ajuda dos servidores que moram próximos
sexta-feira, 25 de maio de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Barreira de caminhões parados na RJ-130, perto de Campo do Coelho (Arquivo AVS)

Pelo menos seis escolas municipais - Alcides Francisco Brantes, Vevey La Jolie, Cypriano Mendes da Veiga, Herminía Condack, José Alves de Macedo e Rei Alberto I, todas em Campo do Coelho - não funcionaram nesta sexta-feira, 25, por falta de funcionários, que não conseguiram chegar às unidades.

As diretoras tiveram autonomia para organizar os turnos da melhor forma possível, com ajuda dos servidores que moram próximos às escolas. 

A Prefeitura de Nova Friburgo informa que os serviços públicos internos continuam sendo realizados normalmente, priorizando o transporte de ambulâncias e veículos da Secretaria de Saúde que transportam pacientes para cirurgias, exames e tratamentos fora do domicílio, bem como o transporte da Assistência Social e também dos ônibus escolares.

LEIA MAIS

Defensoria Pública cobra da prefeitura preenchimento de vagas em escolas e creches

Reunião para correção salarial deve definir os rumos da mobilização da categoria e dos profissionais de apoio

Não era só demanda reprimida após a greve não: encher o tanque agora pode custar até R$ 250

Publicidade
TAGS: Greve