Preso em Lumiar suspeito de estupro em Conselheiro

Homem acusado de abusar de menina de 4 anos foi encontrado trabalhando em sítio após denúncia anônima
quarta-feira, 13 de dezembro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Policiais civis da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam) prenderam na manhã desta quarta-feira, 13, o homem, de 41 anos, suspeito de estuprar, na última semana, uma menina, de apenas 4 anos, no loteamento Tio Dongo, no distrito de Conselheiro Paulino, em Nova Friburgo. Segundo a delegada Danielle de Barros, o homem foi encontrado em um sítio em Lumiar, após uma denúncia anônima.

“Recebemos várias denúncias nos últimos dias. Hoje de manhã recebemos outra denúncia e conseguimos encontrá-lo. Ele estava trabalhando no local. Em depoimento na delegacia, ele confessou o abuso”, disse Danielle, enquanto preparava uma representação contra o suspeito. Ela disse que vai pedir a prisão preventiva dele. Se aceita pela Justiça, o homem pode ficar preso até o julgamento. Ele vai responder por abuso de vulnerável.

O estupro aconteceu na última sexta-feira, 9. A Polícia Militar tomou conhecimento depois que a avó levou a menina para atendimento médico no Hospital Municipal Raul Sertã. Lá, a criança foi medicada e a avó, que tem a guarda da neta, disse aos agentes que a criança disse a ela que sofreu o abuso dentro do banheiro da casa onde moram, em Conselheiro.

Após atendimento no hospital, a menina foi levada para o Instituto Médico Legal (IML), onde passou por exame de corpo de delito. De acordo com Danielle, o laudo confirmou que a criança sofreu o abuso. Ainda segundo a delegada, o homem não tinha nenhum vínculo de parentesco com a avó e a neta. Ele morava de favor com elas e fugiu após cometer a violência.

 

LEIA MAIS

Cadáver estava no meio da mata, em avançado estado de decomposição

Material havia sido levado junto com um veículo na última segunda, feriado de Natal

Suspeito teria tentado atear fogo em casa. No Jardim Ouro Preto, homem ameaça mulher com espada

Publicidade
Agora Faz
TAGS: crime