Prêmio de R$ 2,8 milhões da Quina sai para 12 apostadores de Nova Friburgo

O resultado do concurso mexeu com o imaginário dos friburguenses pelo alto valor
quinta-feira, 03 de setembro de 2015
por Flávia Namen
Foto de capa
Um bolão vendido pela Loteria Mapa da Mina, em Conselheiro Paulino, continha as cinco dezenas sorteadas pelo concurso. Na manhã de ontem, 3, três ganhadores se apresentaram e foram encaminhados à Caixa (Foto: Amanda Tinoco)

Doze sortudos que residem em Nova Friburgo são os ganhadores do primeiro prêmio do concurso 3874 da Quina, cujo sorteio foi realizado na noite da última quarta-feira, 2, na cidade de Itapemirim (ES). Eles compraram um bolão vendido pela Loteria Mapa da Mina, em Conselheiro Paulino, contendo as cinco dezenas sorteadas (05–07–32–58–69) e vão dividir a milionária quantia de R$ 2.790.932,01. “Cada um vai receber R$ 235 mil, o que também é um bom prêmio. Até agora, três clientes já compareceram aqui e os encaminhamos para a Caixa. São pessoas humildes, que vêm sempre aqui e merecem esse prêmio”, afirmou na manhã de ontem, 3, o proprietário da casa lotérica, Luiz Sérgio Mattos Lima. O concurso também premiou com R$ 11.885,12, 51 apostadores que acertaram a quadra. O terno teve 4.749 ganhadores que recebem R$ 182,33 cada.

Há oito anos no comando da loteria, situada na Praça Lafayette Bravo Filho, Sérgio acredita que este é o mais alto prêmio sorteado até hoje em Nova Friburgo. “Há alguns anos, saiu um prêmio de R$ 700 mil em uma loteria do centro. Em outubro do ano passado, também pagamos R$ 516 mil em um título de capitalização mas não me lembro de ninguém ganhar um prêmio de quase R$ 3 milhões aqui na cidade”, ressaltou Luiz Sérgio. Até o final da manhã de ontem, 3, ele ainda estava surpreso com o resultado do sorteio e a repercussão para sua loteria, que recebeu um grande número de curiosos. “Não esperávamos que a quina saísse aqui e ainda nem preparamos um banner para divulgar isso. O movimento na loja aumentou desde que a notícia se espalhou na cidade. Muita gente começou a procurar pelos bolões porque viu que as chances de ganhar existem”, disse o dono da lotérica.

O resultado do concurso mexeu com o imaginário dos friburguenses pelo alto valor pago ao acertador da quina. Muita gente acreditou que o prêmio tinha saído apenas para um apostador e começou a especular sobre quem seria o novo milionário da cidade e o que o sortudo faria com tanto dinheiro. Apartamentos e carros de luxo, viagens ao redor do mundo, jóias, relógios e produtos de grife estavam entre os principais palpites. Além dos boatos, alguns sites de notícias locais também chegaram a divulgar erroneamente que somente um sortudo havia ganho o concurso da Quina, o que acabou não se confirmando. No próprio site da Caixa, também constava a informação que uma pessoa de Nova Friburgo havia sido contemplada com o 1º prêmio.

Aposta mínima custa R$ 1,50

A Quina está entre os concursos mais populares da Caixa pela simplicidade e o custo acessível. Basta marcar 5, 6 ou 7 números dentre os 80 disponíveis no volante e torcer. Ganham prêmios os acertadores de 3, 4 ou 5 números. O preço da aposta com 5 números é de R$ 1,50, a com 6 números R$ 7,50, e R$ 20,00 para concorrer com 7 números. Segundo as probabilidades matemáticas, fazendo a aposta mínima, a chance de acertar a quina é de 1 em 24 milhões. São 6 sorteios semanais: de segunda-feira a sábado, às 20h. Em cada aposta premiada, será paga apenas uma faixa de premiação, ou seja, a de maior quantidade de acerto.

Quem quiser aumentar as chances de acerto pode optar pelos bolões como o oferecido pela Caixa, que tem preço mínimo de R$ 10 para a Quina. Porém, cada cota não pode ser inferior a R$ 3,00. É possível realizar um bolão de no mínimo 2 e no máximo 25 cotas. O apostador também pode comprar cotas de bolões organizados pelas Unidades Lotéricas.

LEIA MAIS

Ganhador (ou ganhadora) esperou seis dias para sacar seus R$ 2,8 milhões

Novo milionário pode não saber do prêmio, ter perdido o bilhete ou estar adiando apresentação por questões de segurança

Listamos curiosidades sobre o que daria para comprar com a bolada que o desconhecido ganhador da Quina ainda não retirou

Publicidade
TAGS: Premio | quina | friburgo