Prefeitura adere a programa para padronizar calçadas

Iniciativa busca criar espaços mais acessíveis para a população; trabalho em sete etapas começa ainda este mês
sexta-feira, 02 de fevereiro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

A Prefeitura de Nova Friburgo fechou uma parceria que promete pôr fim aos problemas constantemente identificados pela população ao caminhar pelas ruas: desníveis, buracos e falta de acessibilidade nas calçadas de todo o município. Na última terça-feira, 30 de janeiro, o prefeito Renato Bravo se reuniu com integrantes da Federação de Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) e da Associação Brasileira de Cimentos Portland para conhecer o programa Calçada Acessível.

A iniciativa é responsável por oferecer apoio à gestão de municípios para qualificação do desenvolvimento urbano dos espaços públicos. O programa vai ao encontro das dificuldades que os cidadãos enfrentam diariamente em todo o país com calçadas sem padrão, como rampas para veículos, por exemplo, que começam na rua e terminam no interior dos imóveis. O objetivo é dar sugestões à municipalidade para mudanças na legislação, desenvolvimento de cartilhas e obras consolidadas.

O encontro aconteceu no gabinete de Bravo e contou com a participação de  empresários. Para efetivar a participação do município no projeto, o prefeito assinou uma carta de intenções juntamente com os órgãos. “Nova Friburgo é uma cidade gostosa de passear e seus moradores preservam essa cultura de andar pelas ruas. Além disso, temos também um comércio de rua muito forte e por isso a administração municipal vê com muito bons olhos essa proposta que vai deixar um importante legado para a população”, destacou Renato Bravo.

Segundo os organizadores do programa, uma das etapas contempla a vivência dos gestores municipais em situações vivenciadas diariamente por cadeirantes ou deficientes visuais em calçadas projetadas de maneira inadequada para eles. Segundo o coordenador geral do projeto pelo Sistema Firjan, Marcelo Kaiuca, a proposta é criar um padrão de calçada que seja acessível e confortável para qualquer pessoa.

”Através de uma metodologia é possível ensinar para cidadãos e comerciantes a melhor forma de se construir uma calçada, especificando onde se pode colocar um poste, uma lixeira, onde plantar uma árvore, facilitando assim o trânsito de pessoas pelos espaços urbanos”, disse. Bravo nomeou a Secretaria da Casa Civil, conduzida por Gilberto Salarini, para coordenar o trabalho das demais pastas que ficarão envolvidas no projeto. De acordo com a prefeitura, o trabalho será dividido em sete etapas e a previsão é que comece ainda este mês, com um workshop nos próximos dias 21 e 22.

Publicidade
Agora Faz
TAGS: