Polícia investiga sequestro de juiz nas Braunes

Ele foi rendido no sábado, em estacionamento de universidade
sexta-feira, 19 de maio de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
A universidade onde o magistrado dá aulas (Foto: Arquivo AVS)

A Polícia Civil está investigando o sequestro de um juiz em Nova Friburgo. Rodrigo Rocha de Jesus, de 35 anos, titular das comarcas de Itaocara e Santo Antônio de Pádua, foi rendido por um homem armado na tarde do último sábado, 13, no estacionamento da Universidade Estácio de Sá, nas Braunes, onde ia dar aulas para a pós-graduação. Ele foi liberado horas depois.

“Estou aguardando para ouvi-lo novamente para tirar algumas dúvidas. Já tivemos acesso algumas imagens e estamos aguardando o recebimento de outras filmagens que podem ajudar a identificar o sequestrador”, disse nesta quinta-feira, 18, o delegado titular da 151ª DP, Marcello Braga Maia.

Segundo a polícia, o homem ordenou que o magistrado entrasse no carro e os dois seguiram pela RJ-116 para a localidade de Barra Alegre, em Bom Jardim, onde encontraram outro suspeito numa motocicleta. Eles passaram por Trajano de Moraes e o juiz foi libertado, à noite, no distrito de Triunfo, em Santa Maria Madalena.

Os suspeitos fugiram com o carro da vítima, um Golf que foi encontrado intacto pela polícia na RJ-192, na serra de Triunfo. O juiz caminhou por cerca de meia hora e conseguiu pedir ajuda a policiais militares, que o conduziram até a 156ª DP, em Santa Maria Madalena, onde o caso foi registrado. As investigações, porém, acontecem em Nova Friburgo.

A polícia periciou o carro e os locais onde o juiz foi abordado e libertado pelos homens, que durante toda ação mantiveram os rostos cobertos. A PM fez buscas na região de Santa Maria Madalena, mas nenhum suspeito foi encontrado. Além do carro, os homens não levaram nenhum outro objeto pessoal da vítima.

A VOZ DA SERRA procurou a Estácio de Sá, que, por meio de nota, lamentou o ocorrido com o juiz e professor da universidade. A universidade informou que já forneceu às autoridades policiais imagens das câmeras da unidade e todas as informações solicitadas. “A instituição continua à disposição para colaborar com as investigações”, diz a nota.

O Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), onde o magistrado trabalha, também foi procurado pelo jornal, mas ainda não se pronunciou sobre o caso.

LEIA MAIS

Suspeitos ainda realizaram sequestro relâmpago e roubaram outro carro em Petrópolis

Ele foi sequestrado por dois homens nesta semana em Nova Friburgo

Polícia trabalha com hipótese de sequestro. Carro da vítima foi encontrado em Itaocara

Publicidade
Agora Faz
TAGS: sequestro | juiz