Poda de árvore centenária gera revolta em São Pedro

Segundo a prefeitura, galhos estavam em conflito com a rede elétrica e representavam uma ameaça
sábado, 07 de abril de 2018
por Dayane Emrich (dayane@avozdaserra.com.br)
Foto de capa
Árvore centenária fica no Largo da Estrela, em São Pedra da Serra (Foto: Leitor Via WhatsApp)

A pode de uma árvore na Rua Rodrigues Alves, no distrito de São Pedro da Serra virou motivo de revolta nas redes sociais entre os moradores e frequentadores do local, conhecido como Largo do Estrela. O motivo é que o corte dos galhos da árvore, da espécie Figueira, realizado no último dia 27 de março por funcionários da Prefeitura de Nova Friburgo, teria sido, segundo eles,  excessivo.

Em um post na rede social Facebook, diversos internautas expressaram indignação: “Um dia lindo na serra, aí você sai de casa e encontra isso [a árvore podada]. Por que que em vez de providenciar saúde e ambulâncias para as localidades de São Pedro da Serra e Lumiar, a prefeitura resolve detonar a Figueira do Largo do Estrela? Qual é o motivo?”, questionou uma internauta. “Ignorância!”; “Falta do que fazer”; “Deveriam arrumar as estradas e cuidar da saúde”, disseram outros.

No post, que teve mais de 50 curtidas e 63 compartilhamentos há ainda comentários como: “Curioso que para cortar a árvore que estava caindo na estrada de Boa Esperança a Subprefeitura alegou não ter equipamentos”; “A árvore era linda e fazia sombra no local”;  “Uma violência. Totalmente desnecessário”, foram algumas das manifestações postadas.

De acordo com o ambientalista Fernando Cavalcante, para fazer a poda de árvores com o menor prejuízo possível para a planta é preciso atentar para o momento certo de realizá-la. “Podar árvores é um trabalho normal e necessário, principalmente, quando elas estão em áreas urbanas. Mas, existem épocas melhores para isso, e claro, o trabalho deve ser feito por profissionais habilitados. Às vezes quando se poda fora da época ideal, a planta sofre para se recuperar”, disse, explicando que, de forma geral, o melhor período para poda é o inverno, durante a lua nova. “Mas depende da planta e do objetivo da poda”, acrescentou.

A boa notícia é que, ainda segundo o ambientalista, especificamente sobre a árvore do Largo do Estrela, se ela estiver saudável, brotará novamente. “Figueira é um árvore forte e resistente, diferente das frutíferas, como a macieira, que se podar fora da época recomendada, morre facilmente”, pontuou.

Procurada pela equipe de A VOZ DA SERRA a prefeitura informou, em nota, que os galhos da árvore estavam em conflito com a rede elétrica. No texto, o governo afirmou também que os galhos estavam secos e representavam uma ameaça a população, já que em caso de queda, poderiam causar acidentes. “O critério para realização deste tipo de serviço está ligado a necessidade da retirada de galhos secos e ele é feito conforme necessidade ou por solicitação da comunidade”, acrescentou a prefeitura.

LEIA MAIS

Evento contará com apresentações musicais, exposições, oficinas e muito mais

Música, dança, teatro, exposições, oficinas, debates, cinema e contação de histórias são as atrações deste fim de semana

Foto da galeria
Poda, segundo os moradores, excessiva, foi realizada no último dia 27 de março (Fotos: Leitor Via WhatsApp)
Publicidade
Agora Faz