Parceria entre Rotary e Campesina oferece aulas gratuitas de flauta

Projeto “Tocando Vidas” é voltado para alunos de escola municipal no Alto de Olaria
terça-feira, 17 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Alunos que participarão do projeto receberam uma flauta doce e uma apostila de música na última segunda (Divulgação)

A partir da próxima sexta-feira, 20, os alunos do 4º ano da Escola Messias de Moraes Teixeira, no Alto de Olaria, terão a oportunidade de desenvolver a percepção musical, por meio de aulas de flauta doce. Chamado de “Tocando vidas”, o projeto faz parte de uma parceria entre o Rotary Club Olaria, a banda Sociedade Musical Beneficente Campesina Friburguense e a Secretaria de Educação.

De acordo com a pasta, com exceção dessa primeira aula, que acontece em uma sexta-feira, por conta do feriado estadual de São Jorge, as aulas serão realizadas sempre às segundas-feiras. O presidente do Rotary Olaria, Marcos Aurelio Pinheiro da Silva, explicou que o projeto “Tocando a Vida” já existe há três anos, mas só agora está sendo levado para a escola pública. “A meta é levar o projeto posteriormente para a escola municipal Helena Coutinho, também em Olaria”, revelou ele.

Já o presidente da Campesina Friburguense, Carlos Magno, disse que estas crianças são o futuro do país, e também da própria banda. “Estou orgulhoso por estar envolvido com o projeto e desejo que muitos desses alunos possam integrar a banda Campesina Friburguense no futuro próximo”, disse.

O secretário de Educação, Renato Satyro, agradeceu ao Rotary e à Campesina pela implantação do projeto voluntário na unidade e à diretora Daniele Martins da Rocha Pena pelo apoio para sua realização. “Os alunos devem se dedicar às aulas, pois poderão até viajar pelo mundo com a Campesina, tornarem-se músicos e ter uma nova profissão a partir das aulas de flauta”, afirmou.

Na última segunda-feira, 16, 48 alunos que participarão das aulas receberam uma flauta doce, uma apostila de música e material didático como parte do projeto “Tocando a Vida”. Mais informações sobre o projeto podem ser obtidas pelo telefone (22) 2533-6009 / 2533-2537 (da Secretaria de Educação) ou (22) 2522-2410 (Campesina Friburguense).

 

LEIA MAIS

Instituição tem conseguido se expandir apesar da crise que sucateia universidades públicas pelo país

Unidade desativada no ano passado será destinada à ampliação e instalação do campus 2, com vários cursos

Conselho profissional descobriu ainda professores sem registro profissional. MP apura os casos

Publicidade
TAGS: Educação