MPT vai investigar morte de operário em Bom Jardim

O funcionário da prefeitura foi soterrado enquanto trabalhava em uma obra no centro da cidade
quarta-feira, 21 de outubro de 2015
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Operário trabalhava na construção de uma rede subterrânea de esgoto na segunda-feira (Foto: WhatsApp)

O Ministério Público do Trabalho (MPT) deverá abrir nos próximos dias um inquérito para investigar as circunstâncias do acidente que causou a morte de um operário que trabalhava na construção de uma rede subterrânea de esgoto, na segunda-feira, 19, no centro do município vizinho de Bom Jardim. “O processo contra a contratante irá apurar as responsabilidades pelo acidente”, informou, em nota, o MPT. A obra é realizada na Praça Governador Roberto Silveira há cerca de 30 dias pela Secretaria de Obras do município.

O operário Gilvan dos Santos, de 55 anos, sofreu fraturas na clavícula, bacia e fêmur depois que grande quantidade de terra caiu sobre o seu corpo, enquanto ele trabalhava na obra, próximo à Prefeitura. O operário foi socorrido pelos bombeiros e foi levado para atendimento de urgência na Santa Casa de Bom Jardim. Segundo a unidade de saúde, ele ainda sofreu perfuração no pulmão, perdeu muito sangue, não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. O corpo foi enterrado na terça-feira, 20, no cemitério da cidade. Gilvan trabalhava há mais de 20 anos para a Prefeitura de Bom Jardim.

LEIA MAIS

Segundo PM, ele estava retirando material de um prédio quando se desequilibrou e caiu

Publicidade
Agora Faz
URL da notícia: