Morte suspeita de macaco na Friburgo-Teresópolis

Bugio pode ter sido atropelado, mas será levado para exames no Rio para averiguar possível febre amarela
sexta-feira, 06 de outubro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
O macaco morto (Foto: Vigilância em Saúde Ambiental)

Um macaco foi encontrado morto na manhã desta sexta-feira, 6, às margens da RJ-130, na altura de Campo do Coelho, distrito de Nova Friburgo. O animal, da espécie bugio, está ameaçado de extinção e pode ter sido atropelado, segundo a Vigilância em Saúde Ambiental.

O órgão, vinculado à Secretaria municipal de Saúde, informou, no entanto, que agentes recolheram o macaco, que será encaminhado para exame em laboratório no Rio de Janeiro para verificar possível contaminação por vírus da febre amarela.

No início deste ano passado, em plena epidemia da doença, ao menos quatro primatas foram encontrados mortos em Friburgo e encaminhados para exames laboratoriais na capital. Os resultados definitivo dos laudos não apontaram morte por febre amarela.

A Vigilância em Saúde Ambiental também informou que vem realizando vistorias em pontos estratégicos da cidade que possam armazenar água e facilitar a procriação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

 

LEIA MAIS

Passado o prazo, Ministério da Saúde planeja ampliar imunização para crianças de 5 a 9 anos de idade e adultos de 50 a 59 anos

São oferecidas 200 vagas gratuitas em Nova Friburgo para tratamento de cáries

Novo espaço é composto por salas com aparelhos de última geração e para recuperação pós-anestésica

Publicidade
TAGS: saúde