Morro do Teleférico terá novo bombardeio de sementes

Ideia é acelerar reflorestamento após queimada. População será convocada a produzir as “bombas”
terça-feira, 17 de outubro de 2017
por Adriana Oliveira
Foto de capa
A encosta do Morro da Cruz calcinado sob a linha do teleférico (Foto: Cristiano Bittencourt)

Quatro mil bombas de sementes de espécies nativas da Mata Atlântica - ou mais, se a população de Nova Friburgo aderir à convocação de ajudar a produzir mais desses artefatos ecológicos - serão lançadas sobre o Morro do Teleférico assim que o tempo ajudar, trazendo chuva. A iniciativa é do projeto EcoModas, que vem tentando restaurar áreas ambientais de difícil acesso, em parceria com outras empresas da região, e, após as queimadas, resolveu tentar mobilizar os friburguenses. As oficinas de confecção das bombas acontecerão no Viveiro Educandário, no Parque Municipal Juarez Frotté, no Cascatinha, em data a ser definida.

No início de junho, marcando a Semana do Meio Ambiente, 1.500 bombas ecológicas já tinham sido lançadas, pelas mãos de crianças de escolas municipais, das cadeirinhas do Teleférico, sobre uma área do Morro da Cruz que estava desmatada  desde a tragédia de 2011. O evento, que agitou uma manhã de sábado na Praça do Suspiro (foto), foi um sucesso. No entanto, a queimada que começou na noite da última quinta-feira, 12, teve início justamente na encosta do replantio, carbonizando as mudas, que já estavam com quatro meses de vida.

O segundo lançamento de bombas ecológicas estava marcado para domingo passado, 14, no Pico do Caledônia, de onde 20 pilotos partiriam em voos de parapente para despejar mil sementes sobre margens de rios e nascentes. Mas a previsão de mudança de tempo, com ventos desfavoráveis, abortou a missão, que agora, depois das queimadas, será retomada em novo formato.

“Em parceria com 1.300 crianças de nove escolas  municipais, conseguimos produzir um arsenal muito maior de bombas de sementes. Cinco mil já estão em estoque, esperando o momento de serem lançadas. A ideia agora é lançar mil delas sobre o Caledônia neste sábado, 21, nos moldes previstos, com parapentes, e o restante excedente lançaremos sobre o Morro do Teleférico. Mas queremos convocar a população a produzir ainda mais bombas, e estudamos com nossos parceiros uma forma de lançá-las de uma forma ainda mais inovadora”, explicou Alex Santos, sem querer dar detalhes do plano.

As sementes são confeccionadas em parceria com as secretarias de Educação e Meio Ambiente. Para Alex, a ação ecológica é pioneira no Brasil e ajuda na conscientização ambiental das crianças. Os pilotos decolam da rampa do Caledônia e descem no bairro Cardinot.

Sementes de Ipê serão recolhidas de graça

Outra iniciativa da EcoModas é a campanha de doação de sementes de ipê para ações de preservação ambiental da Mata Atlântica, incluindo a das bombas sobre o Teleférico. Quem tiver sementes de ipê em casa e não souber o que fazer com elas, pode chamar que um motoboy da Entrelog, empresa parceira no projeto, vai buscar gratuitamente, em alguns bairros de Nova Friburgo. A campanha vai até 20 de novembro.

Segundo Alex, as sementes de ipês dão em vagens amarronzadas que aparecem logo após a sua floração. Quando a vagem começa a secar, ela se abre ainda presa na árvore e o vento dispersa as sementes, que são muito leves. Uma única vagem chega a produzir mais de cem sementes. Basta juntá- las numa sacola de papel ou plástico e indicar na embalagem a data e o local da coleta.

Saiba aqui mais informações sobre os projetos.

LEIA MAIS

Friburguense planeja finalizar sozinho, ainda neste sábado, coleta de todas as garrafas de vidro deixadas no local

Via foi aberta em área de Mata Atlântica entre Nova Friburgo e Bom Jardim para criação de cavalos e produção agrícola

Animal estava sem ferimentos, foi resgatado pelo Ibama e devolvido à mata

Publicidade
Agora Faz