Montanhismo: deixando pegadas, guardando recordações

Friburguense se aventura pelas pedras da cidade e dá dicas para quem quer aproveitar o carnaval longe da folia
sábado, 10 de fevereiro de 2018
por Dayane Emrich
Foto de capa
André (de vermelho) escala o Cão Sentado (Foto: André Ferreira)

 

 

 

André Leandro Ferreira tinha 12 anos quando decidiu acompanhar o irmão, Marcos, quatro anos mais velho, em suas aventuras pelas matas e montanhas de Nova Friburgo. Desde então, 30 anos depois, ele ainda carrega o amor pelo montanhismo e pelo o que o esporte proporciona: contato com a natureza, redução do estresse e os inúmeros benefícios físicos.

“Não sou montanhista profissional, mas os anos de prática do esporte me deram um pouco de conhecimento sobre o assunto. Há anos também pratico a escalada (esporte de alto risco até para os mais experientes) e sempre que posso, me aventuro pelos pontos mais conhecidos da cidade e da região. Tudo, é claro, com segurança”, conta André, que é comerciante e tem como outro hobby a fotografia.

Dono de um olhar sensível, ele assina uma bela foto (capa desta edição) feita no Parque de Furnas, onde está localizada a Pedra do Cão Sentado, símbolo de Nova Friburgo. A imagem, que mostra André escalando e outro companheiro no topo da pedra, foi tirada do mirante do parque, em 2015, com a ajuda de outro amigo: o Guilherme.

“Eu estava escalando o Cão Sentado pela vigésima vez, mas nunca havia conseguido fazer uma foto enquanto subia a pedra. Na véspera de visitar o parque, pedi ao Guilherme que nos acompanhasse para registrar a escalada e ele, que não tem nenhuma noção de fotografia, topou. Coloquei o tripé no mirante, posicionei a câmera, ajustei o ângulo e fui para a escalada, enquanto ele ficou lá, esperando o momento certo para apertar o obturador. Felizmente a foto ficou ótima!”, disse André.

Além de cenário para belas fotografias, para André, o Parque de Furnas é um dos melhores locais para quem quer um programa alternativo durante o carnaval. “É ideal para aqueles que desejam começar a prática do montanhismo, pois as trilhas têm escadas, corrimãos e proporcionam um enorme contato com a natureza, já que são em mata fechada”, diz.

Ele indica ainda o Pico do Caledônia (Cascatinha), o Parque Estadual dos Três Picos (Campo do Coelho), a Pedra do Imperador e a Pedra da Catarina, ambas em Olaria. “Mas, é importante procurar um profissional para obter informações sobre o trajeto, as roupas e alimentação adequada para cada caminhada ou trilha. O Centro Excursionista Friburguense (CEF) é referência nesse tipo de esporte e tem uma agenda com atividades toda semana”, destacou.

André lembra ainda que quem for aproveitar os dias de folia para desbravar as belezas naturais da cidade deve ter alguns cuidados, entre eles, causar o mínimo de impacto para o ambiente. “Trazer de volta o seu lixo, não arrancar plantas e flores, não abrir novas trilhas e atalhos, não acender fogo em local indevido e, caso fizer uma fogueira, apagá-la, são algumas das regras básicas”, explica, acrescentando, “a montanha é um lugar selvagem, mas ao mesmo tempo muito delicado. Por isso, nosso lema é: Deixe para trás apenas suas pegadas e traga somente fotos e boas recordações”.

O Centro Excursionista Friburguense é um clube de montanhismo.  Fundado em 20 de Julho de 1935, ele é uma entidade social sem fins lucrativos, o segundo mais antigo do Brasil. Além de oferecer uma vasta programação direcionada para o montanhismo, a entidade realiza ações para a preservação e educação ambiental, como a campanha permanente “Traga seu lixo de volta”, premiada na Câmara Municipal de Nova Friburgo.

O clube, que é presidido por Claudio Tardin, fica situado na Rua Aristão Pinto, 101, Centro. As reuniões com os associados acontecem toda quinta-feira, às 20h, na sede da instituição. Mais informações sobre o CEF, as próximas atividades, ou detalhes sobre pedras e trilhas de Nova Friburgo podem ser obtidas pelo telefone (22) 99850-5392 (vice-presidente, Dário do Nascimento) ou pelo email: cef@cef.org.br.

 

LEIA MAIS

Inauguração neste sábado terá a participação da banda Euterpe Friburguense

Plano para evitar incêndios nas escolas e blocos ainda não começou a ser discutido pela prefeitura e Liesbenf

Euterpe vai tocar na Praça do Catarcione em comemoração à vitória do Bola Branca no carnaval

Publicidade
TAGS: carnaval