Monja Chagdud Khadro faz palestra gratuita em Friburgo

​Evento acontece na próxima sexta-feira e discutirá as formas para encontrar a paz interior
domingo, 14 de maio de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Chagdud Khadro (Foto: Divulgação)

A monja Chagdud Khadro, diretora espiritual do maior templo budista tibetano da América Latina, localizado em Três Coroas-RS, estará em Nova Friburgo no próximo dia 19 para uma palestra. O encontro, marcado para as 19h, será realizada no Samsara Estúdio de Yoga, situado na Rua Nossa Senhora de Fátima, 58, loja 5, Centro.

Durante a palestra, além de discutir o alcance da paz interior em tempos de turbulência, Chagdud falará sobre os ensinamentos e práticas do budismo tibetano. Trata-se da decisão de acessar o espaço, a sabedoria e a pureza da verdadeira natureza da mente, não importando o que possa ocorrer em relação aos fenômenos externos.

Os ensinamentos de Chagdud Khadro abordarão ainda o motivo pelo qual nos desviamos da paz interior, além de contemplações que permitem encontrar o caminho de volta e de meditações que permitem ao menos um lampejo da paz e suas possibilidades. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (22) 2522-0992; WhatsApp: (22) 99973-2609 ou pelo e-mail: dechenling.nf@gmail.com.

Sobre Chagdud Khadro

Chagdud Khadro conheceu Chagdud Tulku Rinpoche, um monje tibetano reconhecido mundialmente, em março de 1978, casou-se com ele em 1979 e foi aluna dedicada até o parinirvana dele, no dia de seu aniversário de casamento, vinte e três anos mais tarde.

Ao ordená-la lama em 1997, Chagdud Rinpoche designou-a para ser a futura diretora espiritual do Chagdud Gonpa Brasil. Na função de lama dirigente após a transição do Rinpoche, Khadro tem se concentrado em dar continuidade ao treinamento de alta qualidade estabelecido por ele.

Durante o tempo vivido com o Rinpoche, Khadro recebeu treinamento constante, que abrangeram desde a organização de atividades do Darma, até os ensinamentos e prática do Vajrayana. Ela colaborou em sua autobiografia O Senhor da Dança e, sob sua orientação, compilou comentários de seus ensinamentos sobre o ngondro do Dudjom Tersar, sobre a prática de powa de Longsal Nyingpo e sobre a versão concisa de Tara Vermelha de Apong Terton.

Antiga diretora e editora da Padma Publishing nos Estados Unidos, Khadro editou muitas traduções de obras tibetanas. Após sua mudança para o Brasil com o Rinpoche em 1995, ela passou a trabalhar na publicação de traduções para o português e o espanhol de textos do budismo tibetano.

Publicidade
Agora Faz
URL da notícia:
TAGS: