Lei Seca flagrou 41 com embriaguez durante show na Ceasa

Operação realizada na RJ-130 rebocou carros e apreendeu carteiras de habilitação
terça-feira, 22 de maio de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Foto de capa
Operação Lei Seca começou na Avenida Euterpe Friburguense e depois seguiu para a RJ-130 (Foto: Manoella Mello/Detran)

Equipes da Operação Lei Seca abordaram 291 motoristas, destes, 41 com sinais de embriaguez, durante blitz realizada na RJ-130, na última sexta-feira, 18, nas proximidades da Ceasa, em Conquista, onde aconteceu o show de Claudia Leitte na festa do bicentenário de Nova Friburgo. A apresentação da cantora atraiu mais de 30 mil pessoas.

De acordo com o governo estadual, a operação começou à noite e varou a madrugada. Além dos motoristas embriagados, 114 veículos foram multados por irregularidades, 21 rebocados e 32 carteiras de habilitação foram recolhidas pelos agentes. A blitz contou com apoio do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv). As informações foram divulgadas nesta segunda-feira, 21.

Ainda na sexta, mais cedo, equipes do Detran e da Operação Lei Seca realizaram uma ação de conscientização para motoristas e pedestres na Avenida Euterpe Friburguense, no Centro. Foi mais uma ação da Operação Maio Amarelo, que faz parte das ações do Detran durante o Maio Amarelo, mês destinado à conscientização sobre as mortes no trânsito.

Durante a ação, 200 motoristas foram abordados e receberam informações sobre o alto índice de mortes e feridos nas estradas, a necessidade de aumentar a segurança no trânsito e o risco de misturar álcool com direção. Também foram distribuídos materiais educativos e fitas amarelas, símbolo do movimento. Este mês, estão programadas 18 blitzes semelhantes no estado.

O motoboy Manoel Natalino, de 49 anos, apoiou a ação. "Adorei essa blitz educativa. Na minha profissão, é fundamental que todos estejam atentos para as leis e para a educação no trânsito", afirmou.

Friburgo: 6ª mais violenta no interior

Nos últimos anos, o número de acidente caiu no estado, segundo o Detran. Em 2016, foram 26.404 acidentes com vítimas. Em 2017, houve uma queda de 22,2%, com 20.535 acidentes, uma média de 1.711 acidentes por mês. O número total de vítimas também caiu de 38.266 para 31.006, 19%. Também houve queda (20,5%) na quantidade de pessoas feridas: 36.364 para 28.885.

No entanto, o número de mortes no local dos acidentes aumentou 11,5%. Este crescimento comprova que os acidentes estão mais violentos e a imprudência dos motoristas maior. Em 2016, 1.902 pessoas perderam a vida em acidentes de trânsito, enquanto em 2017 foram 2.121 mortes, uma média de 177 por mês.

O levantamento de número de acidentes nas cidades do interior do estado mostra as 10 cidades com mais colisões. A campeã foi a cidade de Campos dos Goytacazes, com 478 acidentes, uma média de 40 por mês. Em seguida aparecem: Petrópolis (307), Macaé (223), Teresópolis (221), Araruama (219), Nova Friburgo (214), Rio das Ostras (201), Cabo Frio (195), Saquarema (157) e Volta Redonda (148).

 

LEIA MAIS

Veículos estavam circulando sem o selo de vistoria de 2017

Coletivos estavam circulando com placas de outro município, segundo prefeitura. Faol alega dificuldade para agendar vistoria

Greve dos caminhoneiros deixou motoristas sem combustível para ir ao posto do Detran

Publicidade
TAGS: Trânsito