Laços entre Fribourg e "Nova" é tema de palestra de Martin Nicoulin

Historiador suíço fala na CDL nesta quinta. Cerimônia vai condecorá-lo, junto com tributo a Heródoto Bento de Mello
quarta-feira, 16 de maio de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Martin Nicoulin e Heródoto juntos (Arquivo AVS)

Em cerimônia no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), nesta quinta-feira, 17, o historiador suíço e presidente de honra da Casa Suíça, Martin Nicoulin, vai falar sobre o intercâmbio entre Nova Friburgo e o cantão de Fribourg. Na ocasião será homenageado, além de Nicoulin, outro personagem fundamental na aproximação desses dois povos: o engenheiro e ex-prefeito Heródoto Bento de Mello, falecido recentemente.

No evento, o historiador vai destacar a integração que estreitou esses laços, reforçando os vínculos de memória e cultura entre as cidades co-irmãs. O presidente da CDL e do Sincomércio, Braulio Rezende, lembra que o intercâmbio começou a ser esboçado na década de 1960, quando Nicoulin veio ao Brasil para desenvolver projeto de pesquisa sobre imigração, que deu origem ao seu livro “A gênese de Nova Friburgo”.

Vasculhando material referente ao assunto na Biblioteca Nacional, no Rio, ele se deparou com escritos sobre o Colégio Nova Friburgo e solicitou alojamento à Fundação Getúlio Vargas, que mantinha a unidade escolar. Durante sua estada na cidade, ele recebeu a sugestão de entrevistar o engenheiro Ariosto Bento de Mello.

“Do encontro nasceu a ideia do intercâmbio e então foi criada a Associação Fribourg-Nova Friburgo, que tinha como presidentes, aqui, Ariosto e, lá, o Martin”, resumiu Rezende, destacando que um dos resultados dessa união foi o encontro de suíços em Nova Friburgo, em 1979. Em seguida, foi organizada a ida de uma delegação friburguense àquele país.

“Mas, em 1980, Ariosto morreu, e então, seu irmão, Heródoto, assumiu tanto a associação quanto a preparação da viagem, realizada em 1981”, revelou, adiantando que, durante a cerimônia, será exibido um vídeo com pequenos e antigos, mas emocionantes depoimentos de Martin Nicoulin e Heródoto Bento de Mello.

 

LEIA MAIS

Técnicos estiveram em localidades atingidas por deslizamentos de terra e inundações na tragédia de 2011

Comunidade lusitana de Friburgo recepcionou autoridades de Santo Tirso e Penacova durante celebrações do bicentenário

Bibinho Wermelinger, de Duas Barras, morreu dançando aos 89 anos

Publicidade
Agora Faz
TAGS: 200 anos