Inmet prevê pancadas de chuva até o fim de 2017

Temporal de madrugada assusta friburguenses e volta a provocar alagamentos em pontos da cidade
quarta-feira, 27 de dezembro de 2017
por Dayane Emrich
Foto de capa
Ruas no entorno da Praça Getúlio Vargas alagadas (Reprodução da internet)

Depois de um fim de semana e feriado de Natal ensolarado, um forte temporal na madrugada desta terça-feira, 26, voltou a assustar os friburguenses e a provocar alagamentos em pontos do Centro da cidade. A chuva forte, com muitos raios e trovões, teve início por colta da 1h  e durou pouco mais de uma hora. Apesar da intensidade da chuva, de acordo com a Defesa Civil, no entanto, nenhuma ocorrência foi registrada.

Entre as ruas alagadas estão a Avenida Alberto Braune, a Farinha Filho, a Sete de Setembro e o entorno da Praça Getúlio Vargas. Esta é a segunda vez, somente este mês, que as ruas alagam por conta de temporais. No último dia 16, uma tempestade de apenas 15 minutos foi suficiente para causar transtornos.

Previsão para os próximos dias

A chuva desta terça, intensa e de curta duração, combinada com períodos quentes ao longo do dia, marca características do verão, que teve início no último dia 21. Ao longo desta terça, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o tempo deve ficar nublado com pancadas de chuva isoladas. A máxima será de 32 graus e a mínima de 17.

Já para para quarta-feira, os termômetros devem registrar queda. A temperatura fica entre 23 e 19 graus. O céu permanecerá encoberto durante todo o dia e há possibilidades de chuva.

A quinta e sexta-feira também serão marcadas pela chuva. A máxima para esses dois dias será de 22 e a mínima de 17 graus.

Ainda segundo o instituto, o próximo fim de semana, o último do ano, também deve ser chuvoso.  

 

LEIA MAIS

Nova Friburgo fica gelada até o fim de semana, quando as temperaturas devem subir, prevê Climatempo

Meteorologia prevê e acerta mudança do tempo, com queda drástica de temperaturas

Correntes de vento em camadas altas da atmosfera estão bloqueando massas de ar polar. "Veranico" deve continuar

Publicidade
TAGS: Clima