Ideias de hortas onde a imaginação germina e a originalidade cria raízes

Rústicos ou sofisticados, projetos criativos procuram aproveitar materiais e espaços
sábado, 07 de outubro de 2017
por Adriana Oliveira
Regadores, bombonas de água, latas de tinta e pneus pintados, metades de cocos, caixas metálicas e de madeiras, canos de pvc…. São inúmeros os materiais, dos mais simples e rústicos aos mais sofisticados, onde se podem improvisar hortas planas ou que sobem pelas paredes. Basta dar asas à imaginação.

A criatividade fez até surgir uma nova profissão: designer de hortas
A criatividade fez até surgir uma nova profissão: designer de hortas. É o filão explorado pela arquiteta friburguense Ana Paula Souza, hoje morando em São Paulo. Entre seus projetos, sempre buscando a reconexão dos espaços urbanos com a natureza, estão cenários de programas de TV como “Mais você”, restaurantes como o Zazá Bistrô, no Rio, lojas e eventos como o Casa Cor.

A dica de Ana Paula é aproveitar os espaços mais ensolarados para o cultivo de hortas. “Antigamente as hortas ficavam escondidas nos fundos das casas. Hoje em dia não: elas são para ser mostradas no que têm de mais belo, a natureza” (foto acima).

Como exemplo de horta vertical, ela projetou jardineiras em chapas de zinco presas por cabos de aço inox (foto abaixo), que podem ficar tanto presas nas paredes como suspensas, pendendo do teto. Suas ideias podem ser conferidas no site hortinha.com.br.

Quem também aposta na criatividade de forma inesgotável para manter espaços autossustentáveis é a gestora ambiental e colunista da VOZ DA SERRA Renata de Rivera, autora do projeto Meu Bairro Sustentável e coordenadora do núcleo Meu Bairro+200 pelo Comitê 200 anos de Nova Friburgo. Renata aproveitou o estrado da antiga cama do filho, galões de água (foto abaixo) e até restos de coco para espalhar plantas por seu jardim, em São Geraldo. Como resultado, ela hoje colhe até morangos em sua horta.

 “Aproveitar as metades dos cocos seria uma ótima solução para cidades praianas, já que é um lixo difícil de recolher e dar destinação”, diz Renata.

Veja na galeria de fotos abaixo mais ideias sensacionais, pinçadas da internet.

LEIA MAIS

Evento gratuito, que acontece na próxima segunda-feira em Friburgo, já está com inscrições abertas

Ação civil pública ainda não teve mérito julgado, mas escritório pode fechar as portas já em dezembro

Friburguense planeja finalizar sozinho, ainda neste sábado, coleta de todas as garrafas de vidro deixadas no local

Publicidade
Agora Faz