Ibama multa proprietário por desmatamento em Mury

Plantas nativas da Mata Atlântica foram cortadas durante extração de eucaliptos em área de 5 mil metros junto ao Parque Estadual dos Três Picos
quinta-feira, 06 de julho de 2017
por Alerrandre Barros
Foto de capa
A área desmatada em Mury (Foto: Ibama)

 

 

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou na quarta-feira, 5, em R$ 5 mil o proprietário de um imóvel que cortou plantas nativas da Mata Atlântica durante a extração de eucaliptos em Mury, distrito de Nova Friburgo.  

“Ele abriu uma estrada com um trator para a extração de eucaliptos, o que não exige licença ambiental. O problema é que ele foi desmatando plantas nativas em risco de extinção, como o palmito-juçara, por exemplo. O proprietário não tinha licença ambiental para executar o serviço”, explicou o fiscal do Ibama na cidade, Mauro Zurita.

O Ibama recebeu a denúncia pelo telefone 0800-61-8080 e, depois de embargar a extração de eucaliptos, notificou o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e a Prefeitura de Nova Friburgo para apurar o caso, já que são responsáveis pelo licenciamento e fiscalização desse tipo de serviço na cidade.

A irregularidade já havia sido identificada por uma equipe da Unidade de Polícia Ambiental (Upam) do Parque dos Três Picos na terça-feira, 4, mas não haviam encontrado o proprietário. A Polícia Civil estava investigando o caso.

O desmatamento ocorreu em um condomínio na Rua Ypê Roxo, dentro de uma zona de amortecimento do parque. A zona filtra os impactos negativos das atividades que ocorrem fora dela, como poluição, espécies invasoras e avanço da ocupação humana, especialmente nas unidades próximas a áreas intensamente ocupadas.

 

LEIA MAIS

Homens detidos estavam limpando área de proteção ambiental perto do parque em Conquista

Ideia é acelerar reflorestamento após queimada. População será convocada a produzir as “bombas”

Confira a coluna semanal de Renata de Rivera, do Meu Bairro Sustentável

Publicidade
Agora Faz