Guarda municipal friburguense conquista medalha de prata no jiu-jitsu

Sargento Albuquerque, que disputou em Minas, treina há um ano no projeto Guerreiros da Serra
quarta-feira, 02 de maio de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Oss: Albuquerque mostra a sua medalha (PMNF/Leonardo Vellozo)

No último sábado, 21, o guarda municipal Eduardo Albuquerque, participou do campeonato Sol e Neve Cups 2018, de jiu-jitsu, na categoria master branco médio, em Leopoldina (MG). O guarda conquistou a medalha de prata.

Integrante da corporação desde 2008, Albuquerque treina há um ano no projeto Guerreiros da Serra, do 11° Batalhão da PMERJ. Albuquerque comentou que a ideia inicial não era participar de lutas, mas, sim, aprender sobre a arte marcial até para uso na sua área profissional. Um convite, vindo de seu instrutor, mudou seu pensamento e o fez encarar o tatame não só um local para treinamento, mas agora para competição.

“Minha ideia inicial era só aprender a técnica, a defender, não lutar, e realmente foi uma experiência muito bacana. O agente da segurança pública tem que saber como agir, tem que saber defesa pessoal porque nos deparamos com várias situações que nos expõem a perigos. E após começar a treinar você cria um controle que leva para rua, para sua casa e para a vida”, explicou Albuquerque.

O comandante Freitas agradeceu ao 11° Batalhão pela iniciativa e disse que deseja que essa integração entre as forças se mantenha, que visa, também, a especialização dos profissionais da segurança pública.

“É importante esse incentivo do agente da guarda municipal estar buscando essa qualificação junto ao esporte que nada mais é também que uma preparação profissional. O agente tem que ter esse preparo para que, ao se deparar com um tipo de ocorrência, ele tenha condições de manter a integridade física. A qualificação com certeza é válida para o dia a dia. Vamos buscar incentivar a participação da corporação junto a esse projeto que está de portas abertas para a Guarda Municipal”, disse o comandante.

O sargento Mello, do 11° Batalhão da PMERJ, responsável pelas instruções do projeto Guerreiros da Serra, comentou que, inicialmente, o programa foi criado com intuito de melhorar a capacidade física dos policiais. Depois foi aberto para todos os órgãos ligados à segurança e, posteriormente, foi aberto para a população devido à grande aceitação. O programa oferece aulas de muay thai e jiu-jitsu, de graça, e também proporciona aproximação da população com a corporação.

 

LEIA MAIS

PM tem bons resultados em levantamento de peso, cabo de guerra, jiu-jitsu, kung-fu e fisiculturismo

Técnico é responsável por revelar Edson Barboza, Marlon Moraes e outros nomes das artes marciais de Friburgo e região

Chute rodado de Edson Barboza fica no quase, e americano Kevin Lee acaba vencendo embate no UFC

Publicidade
Agora Faz
TAGS: UFC