Grupo resgata o futebol friburguense dos anos 80 e 90

Homenagem na Câmara e confraternização são os próximos lances dos jogadores veteranos
quarta-feira, 15 de novembro de 2017
por Vinicius Gastin
Foto de capa
Primeiro encontro, na SEF, reuniu cerca de 50 ex-jogadores de Nova Friburgo

Eles ajudaram a escrever a história do desporto municipal e deram sequência aos chamados anos dourados do futebol de Nova Friburgo. Tantas famílias e ciclos de amizade se formaram nos estádios do município, transformando o sentimento ali envolvido em algo que transcende o esporte. Por isso, relembrar é mais do que voltar ao passado. Significa manter vivas as raízes de quem é descendente e, indiretamente, fruto de algo que vai muito além das belas jogadas, bolas na rede e conquistas.

Com o objetivo de homenagear e valorizar alguns nomes até então pouco lembrados, um grupo de amigos iniciou um movimento de resgate histórico do futebol friburguense dos anos 80 e 90. Tudo começou com um grupo de whatsapp, e ideia ganhou adeptos, novos membros e ganhou forma com um encontro realizado recentemente no clube Sociedade Esportiva Friburguense (SEF). Na ocasião, cerca de 50 boleiros daquela época se reuniram para um momento de confraternização, com direito a futebol e churrasco.

“Nossa movimentação continuou e conseguimos mobilizar mais de 100 boleiros daquela época. Então, tivemos a ideia de criar a homenagem Valter Gama, a ser oferecida a algumas dezenas de técnicos e dirigentes daquela época”, explica Marcelo Verly, um dos organizadores do movimento.

Desta forma, a primeira edição desta homenagem  acontecerá no próximo sábado, 18, a partir das 19h, na Câmara Municipal de Nova Friburgo. A reserva do espaço foi feita pelo vereador Cascão, que também participou do futebol de Nova Friburgo nos anos 80 e 90. Serão homenageadas 57 pessoas que ajudaram a escrever os capítulos do esporte no município durante as duas décadas.

Os homenageados serão Albano, Ari, Bachini, Sampaio, Bené, Bento, Bimba, Brandão, Candinho, Carlos Antônio Sampaio, Cheiroso, Cigano, Dadá, Dário Maduro, Davi, Dilinho, Edinho, Fajardo, Fernando Cruz, Frederico, Gabriel, Geraldo Leão, Geraldo (Vinagrão), Guaraci, Ilmar, Isaías Sotero, Jader, Jairo Lima, Jairo Maduro, Jovanir, Luís Mulinha, Luiz Carlos Sampaio, Maninho, Marquinho Friburgo, Marquinho Vesguinho, Mauro, Mimi, Naor, Nery, Olney, Pantera, Parode, Pereira, Piola, Pedro Lima, Pollo, Renatinho, Ronaldo Lalá, Ronaldo, Siqueirinha, Souza, Tadeu, Telbinho, Toninho, Tuti, Vanir, Waldemir e Zinho.

“O grande objetivo dessa ação é reverenciar pessoas que, até hoje, não tiveram nenhum reconhecimento. Alguns, infelizmente, já faleceram e serão representados por familiares”, explica Verly.

Ainda de acordo com Marcelo, apesar de o foco estar no encontro desta semana, um novo evento já está sendo preparado. No próximo dia 2 de dezembro, a partir das 11h, o estádio Eduardo Guinle, do Friburguense, sediará uma partida de futebol entre os membros do grupo. Na sequência, como de praxe, haverá um churrasco de confraternização. Um uniforme foi planejado, com direito a escudo, inclusive. A idéia agradou, e até a atualização desta notícia, 70 camisas personalizadas já haviam sido encomendadas.

 

LEIA MAIS

Time supera ressentimentos do jogo de estreia e desta vez não perde nenhuma oportunidade em campo

Equipe serrana abre placar com 2 a 0 de vantagem, mas não aproveita as oportunidades e perde por 3 a 2

Para continuar sonhando voltar à 1ª divisão, time terá que estar entre as duas equipes mais fortes desta temporada

Publicidade
TAGS: futebol