Governo de Renato Bravo sofre mais uma baixa

Secretário de Obras, Marcelo Faria é o oitavo integrante do primeiro escalão a deixar o cargo
quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018
por Dayane Emrich
Foto de capa

O engenheiro civil Marcelo Faria anunciou na noite da última terça-feira, 28, que vai deixar o cargo de secretário municipal de Obras de Nova Friburgo. Ele é o oitavo integrante do primeiro escalão a deixar o cargo do governo Renato Bravo.

“A estrutura da prefeitura é deficiente, precisa de gente e recursos, e exige muita dedicação. Como sabem, tenho um negócio próprio na área de engenharia e não estava dando conta de atuar na secretaria e manter o meu trabalho. Assim optei por me dedicar exclusivamente aos meus afazeres profissionais”, disse Marcelo, que também agradeceu a indicação de Renato.

Ele explicou ainda que sua saída definitiva acontecerá no dia 31 de março, já que ele tem direito a férias de um mês. Mas, a partir de amanhã, quinta-feira, 1º, já não responde pela pasta.

A VOZ DA SERRA entrou em contato com a prefeitura para saber quem assumirá o cargo. Mas o governo ainda não se posicionou sobre o fato. Ao que tudo indica, o também engenheiro Jeferson Aragão, subsecretário de obras, deve assumir temporariamente o cargo.

A oitava baixa no primeiro escalão do governo

A saída de Marcelo é a décima-primeira mudança de secretários e a oitava baixa no primeiro escalão do governo de Renato Bravo, em pouco mais de um ano de gestão. Às vésperas do Natal, ocorreu o afastamento forçado, por ordem judicial, de Suzane Menezes da Secretaria de Saúde, substituída por Christiano Huguenin (já o terceiro titular da pasta). Suzane havia assumido o posto em fevereiro, no lugar de Rodrigo Romito, que deixara o comando da pasta por determinação do Comitê Gestor da Saúde.

Também em fevereiro, Rosane Pinto pediu exoneração da Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu), alegando motivos pessoais. Nesta pasta também já houve duas mudanças, já que Luiz Filipe Laginestra, que assumira no lugar de Rosane, foi substituído pelo prefeito em outubro.

Em abril, a professora Josanne Marchon de Oliveira pediu exoneração da Secretaria de Educação alegando “questões familiares”. O posto foi ocupado interinamente pelo subsecretário Igor Pinto, até Renato Satyro assumir o comando, em meados de junho.

Em julho, o advogado e engenheiro mecânico Amaro Gervásio Filho deixou a Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissionalizante e Superior, também alegando razões pessoais. Ele tinha assumido o posto em março, depois de sair da Secretaria de Assistência Social, Direitos Humanos e Trabalho, que passou a ser comandada pelo vereador Christiano Huguenin (PMDB). A pasta de Ciência está sendo gerida interinamente, até hoje, pelo subsecretário Bruno Lannes.

Em outubro, o secretário de Agricultura, Alexandre Jacintho Teixeira, também pediu exoneração. A pasta permanece até hoje sem titular.

Fora do primeiro escalão, em agosto, a Subsecretaria de Comunicação também passou por mudanças internas.

No mesmo mês, o  prefeito fez um troca-troca mudando vários nomes de uma só vez: na Smomu, no Meio Ambiente, na subprefeitura de Conselheiro e na Controladoria Geral. Na Smomu, assumiu Marques Henrique de Jesus, então subsecretário de Posturas.

No Meio Ambiente, o secretário Alexandre Sanglard deixou a pasta para assumir a subsecretaria de Planejamento Urbano e atuar no Projeto de Fortalecimento da Estratégia Nacional de Gestão Integrada de Riscos em Desastres Naturais (Gides). No seu lugar ficou Roberto Cocarelli. Na Controladoria Geral,  Léo Fernandes de Andrade Nunes deu lugar a Elizabeth Riguetti. A subprefeitura de Conselheiro Paulino foi confiada a Lucimar Corrêa, que assumiu no lugar de José Luiz Paixão.

Somente em 2018, já foram realizadas três mudanças no comando de secretarias. Em janeiro, o vereador Marcio Damazio anunciou a sua saída do cargo de secretário municipal de Serviços Públicos de Nova Friburgo para cuidar do filho Lucas, que sofreu um  acidente doméstico e teve um dos pés amputados. A pasta foi assumida no fim do mesmo mês, pela administradora Patrícia Marques da Silva Almiron.

LEIA MAIS

Pablo Sprei assume a pasta no lugar de Wilton Neves, que vai para Subsecretaria de Governo

Escolha de Marinho sinaliza valorização dos quadros internos da pasta, onde servidor de carreira já atua desde 2009

Por 17 votos a 4, parlamentares arquivam abertura de processo que poderia levar a cassação do prefeito

Publicidade