Gerente do tráfico no Cordoeira é preso com mais de R$ 37 mil em casa

Flagrante ocorreu após denúncia anônima informar que suspeito receberia grande quantia proveniente da venda de drogas
sexta-feira, 22 de setembro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Um homem de 42 anos, apontado como gerente do tráfico de drogas no Cordoeira, foi preso na última quinta-feira, 21. Ele estava dentro de uma residência, na Rua Elisa Ventura, onde foi encontrada a quantia de R$ 37.983.

De acordo com policiais do 11º BPM, a ação aconteceu após uma denúncia, informando que o suspeito receberia uma grande quantia proveniente da venda de drogas. Os policiais foram até o endereço informado e, no local, além do dinheiro, que estava dentro de um quarto, em cima de uma cômoda e parte em baixo da cama, os agentes encontraram anotações do tráfico e material para a endolação de entorpecentes.

Ainda segundo a PM, a revista da casa foi acompanha pelo advogado do suspeito. Ele foi levado para a 151ª Delegacia de Polícia, ouvido e liberado.

PM em alerta com armas pesadas

Esta semana, dois fuzis, dez granadas e farta munição foram apreendidos numa padaria no Jardinlândia, em Conselheiro Paulino, que estava sendo usada como fachada pelo tráfico de drogas para esconder um arsenal com grande poder de destruição.

Ao todo, os agentes apreenderam um fuzil AK 47 e um fuzil AR 15, mais 399 projéteis calibre 5.56, além de 168 projéteis calibre 7.62 AK 47, outros 49 projéteis calibre 7.62, cinco carregadores de AK 47 e mais 15 carregadores de fuzil 5.56, 22 carregadores de pistola 9 milímetros, um carregador de pistola 40 e dez granadas.

A apreensão do material deixou os policiais do 11º BPM ainda mais alertas. Traficantes que antes usavam armas de menor porte em Nova Friburgo passaram portar, nos últimos tempos, pistolas e, agora, atuam na cidade com armas pesadas. Recentemente, a PM apreendeu granadas e dinamite nos bairros Catarcione, Rui Sanglard e Nova Suíça, mas nunca um fuzil.

Para o comandante do 11º BPM, coronel Eduardo Vaz Castelano, o uso inédito de armamento pesado em Friburgo é indício de que grande quantidade de drogas está sendo transportada para a cidade. Reflexo disso está na grande quantidade de maconha e cocaína que a PM apreendeu nos últimos meses. O número de prisões também têm aumentado, segundo o 11ºBPM. Só na última semana, em quatro dias, dez suspeitos foram presos na venda direta de entorpecentes.

“O uso dessas armas indica uma relação maior do tráfico do interior com a capital. E, também, a necessidade maior de defesa entre as quadrilhas rivais que disputam o comércio ilegal de drogas. E, ainda, o enfrentamento com a polícia. Estamos mais alertas. Essa apreensão foi possível devido ao apoio da população que ajuda a PM com denúncias. Fizemos, portanto, um trabalho preventivo”, destacou.

O material apreendido, segundo Castelano, pertence a facção que atua no Morro da Pedra, no Alto de Olaria, por isso a sigla MDP pintada nas dezenas de cartuchos dos fuzis apreendidos na padaria. Para colaborar com informações, a população pode ligar para o telefone 190 ou o disque-denúncia (22) 2523-4590 ou, ainda, pelo WhatsApp do 11º BPM: 98132-5273.

LEIA MAIS

Investigações revelaram que bando do Tuiuti, na capital, fornecia armas pesadas para morros friburguenses

“Operação Invasão” de combate ao tráfico de drogas envolve agentes da Força Nacional e evitaria invasão de morro na capital

Operação de combate ao tráfico de drogas envolve agentes da Força Nacional e evitaria invasão de morro no Rio

Publicidade
Agora Faz
TAGS: tráfico | Drogas