A Furiosa vem aí: campeões pela UFF-NF prometem manter o padrão vitorioso, em Macaé

Equipe de universitários de Nova Friburgo é considerada a terceira melhor atlética do país
terça-feira, 18 de abril de 2017
por Guilherme Alt
Foto de capa
(Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)
Considerada a terceira melhor atlética do país, os estudantes do campus da Universidade Federal Fluminense, de Nova Friburgo, levam o orgulho esportivo da serra carioca para fora do município.

“Muitos atletas praticam mais de uma modalidade. São peças-chave de cada time”
São jovens de 18 a 25 anos, mas com conquistas de veteranos. É o que afirma o presidente da atlética, o estudante de odontologia Rhuan Vieira, de 24 anos, “Somos um grupo de médio porte, mas disputamos todas as modalidades. Devido aos nossos bons resultados, somos considerados uma atlética de alto rendimento”.

São seis modalidades: vôlei, futsal, handball, basquete, cabo de guerra e natação. A Furiosa, como é conhecida, conquistou o hexacampeonato de handball feminino, o tetracampeonato no futsal feminino e o bicampeonato no cabo de guerra, nos Jogos Universitários de Nova Friburgo (JunFri), no ano passado. Na competição nacional de alunos de odontologia (InterOdonto), a equipe feminina de handball também foi campeã, assim como a equipe masculina de revezamento 4x50m, em 2016.

Multicampeã pela UFF-NF, a estudante de odontologia e diretora esportiva da atlética, Isabela Leite, de 22 anos, revela a receita do bom desempenho da Furiosa: “Temos uma base forte. Jogamos juntas há muito tempo. Formamos uma família, uma joga pela outra. Alguns alunos praticam mais de uma modalidade. São peças-chave de cada time”.

Mas não é só no esporte que a Furiosa é destaque. A força da Bateria, que impulsiona e empolga as arquibancadas, faz diferença. Em 2016, no JunFri, foi a campeã no desafio das Baterias. “Foi uma experiência única pra mim e pra todo mundo. Começamos do zero. Tivemos que ensinar alguns a tocar, ensaiamos todos os dias e ganhar o título foi muito gratificante”, conta o estudante e diretor mestre de bateria Luiz Felipe Marinho, o Baiano, como é conhecido. A atlética também conta com líderes de torcida.

O próximo compromisso já tem data marcada. Nos dias 29 e 30 de abril e 1º de maio, a atlética vai participar dos Jogos Universitários de Macaé (Juma). Foi a única convidada, fora do eixo Rio das Ostras-Macaé, por causa do bom desempenho nas competições anteriores.

LEIA MAIS

Objetivo é debater a violência contra a mulher e a população LGBT

Resultado da primeira chamada será divulgado na segunda

UFF e Cefet oferecem sete cursos de graduação no município. Inscrições vão até sexta-feira

  • (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

    (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

  • (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

    (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

  • (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

    (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

  • (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

    (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

  • (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

    (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

  • (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

    (Foto: Arquivo Pessoal/Rhuan Vieira)

Publicidade
Agora Faz
TAGS: JunFri | UFF