Frizão tenta se aproximar dos líderes da Série B no sábado

Time recebe o São Gonçalo, num duelo com cara de final
sexta-feira, 16 de junho de 2017
por Vinicius Gastin
Foto de capa
Ídolo da torcida tricolor, o friburguense Bidu completou 300 jogos oficiais pelo clube

A fórmula deste ano da Série B Estadual prevê diversas decisões. Cada um dos turnos terá uma, sem contar a grande final da competição e as próprias semifinais gerais, decisivas para quem deseja estar na elite do futebol carioca em 2018. No entanto, mesmo ainda na fase de grupo, o Friburguense terá pela frente um duelo que pode ser encarado como uma final neste sábado, 17. O tricolor da Serra recebe o São Gonçalo, às 15h, no Eduardo Guinle, e pode encostar de vez nos líderes do grupo B. Os ingressos custam R$ 10 nas descobertas e R$ 20 nas sociais (sócios do clube pagam R$ 10).

O adversário desta tarde, por exemplo, é o segundo colocado, com quatro pontos de vantagem em relação ao Frizão. Os demais times que estão à frente da equipe de Nova Friburgo ainda se enfrentam e vão tirar pontos entre si. Por isso, a conquista dos três pontos é fundamental para os comandados de Merica continuarem sonhando com as semifinais da Taça Santos Dumont, o primeiro turno.

“Nós conversamos entre a gente, e comentamos que se não vencêssemos o São Cristóvão estaríamos praticamente fora. Conseguimos os três pontos, e também voltamos a ser fortes em casa. Fizemos um bom jogo contra o Tigres e vencemos o Duque de Caxias. Contamos com a presença e o apoio da torcida, que pode ser o diferencial. É fundamental que a gente consiga um bom resultado”, decreta o atacante Ziquinha.

Herói do último jogo, com dois gols e uma assistência, o experiente jogador ainda não tem presença confirmada entre os titulares. O técnico Merica mantém o mistério, e não é possível afirmar se Ziquinha ou Jarles farão dupla com Lohan. Na defesa, Roberto Junior volta de contusão e briga pela posição com Bruno. Os dois foram testados durante a semana ao lado de Marcelo Costa. Desfalque garantido é o de Gleison, expulso contra o São Cristóvão. A tendência é que Jeffinho receba uma oportunidade entre os titulares. Lucas Sales é outra opção.

300 vezes Bidu

Um dos grandes ídolos da história do Friburguense, o volante Bidu atingiu uma marca histórica no último domingo, 11, diante do São Cristóvão. Nascido e criado em Nova Friburgo, o jogador completou 300 jogos com a camisa do tricolor da Serra, onde atua desde 1999, com raras idas e vindas para outros clubes. No entanto, sempre com fidelidade ao clube, mantendo o respeito, a palavra e reforçando a identificação com dirigentes, torcedores, clube e cidade. Considerado um exemplo por sua entrega dentro de campo, Marcio Guindani Soares, atualmente com 37 anos, foi reconhecido e condecorado recentemente o com um título de sócio benemérito do Friburguense.

“Nunca escondi o amor que tenho pelo Friburguense. Agradeço a Deus, à minha família e ao Siqueira, que acreditou em mim desde quando eu jogava futebol amador no campo do Pastão, em Conselheiro. Ele me tirou da loja de tintas onde eu trabalhava e me trouxe para cá. Foi assim que tudo aconteceu”, conta Bidu em uma das entrevistas sobre a história de sua carreira.

Bidu atuava em escolinhas da cidade, especialmente em Conselheiro Paulino, distrito onde foi criado. Com o talento, sobressaiu a cada competição, e ainda adolescente trabalhou em uma loja. Desde 1999 dividiu as atividades do emprego com o sonho de jogar profissionalmente. “O Friburguense é a minha vida. Estou aqui desde a base e sou de Nova Friburgo. É um orgulho, um prazer, uma satisfação muito grande vestir essa camisa, representar a minha cidade”.

Dezoito anos depois dos primeiros passos na carreira de jogador, Bidu tornou-se um dos ídolos da torcida, e entrou de vez para a história ao atingir diversas marcas importantes. Foi dele, por exemplo, o milésimo gol do clube, marcado contra o Botafogo. O volante também participou de campanhas históricas, como a do título da João Ellis Filho, em 2009, o acesso em 2011 e o título em campo da Copa Rio conquistado no ano passado. Bidu esteve presente nas quedas e acessos, sempre demonstrando fidelidade e amor ao Friburguense, qualidades que o tornam uma das referências do clube até os dias atuais.

Classificação Grupo B:

1º- Goytacaz, 15 pts

2º- São Gonçalo EC, 11 pts

3º- Duque de Caxias, 10 pts

4º- Barra da Tijuca, 9 pts

5º- Tigres do Brasil, 8 pts

6º- Friburguense, 7 pts

7º- Artsul, 5 pts

8º- Gonçalense, 4 pts

9º- Serrano, 1 pt

10º- São Cristóvão, 0

 

- A tabela do Frizão - Taça Santos Dumont:

Goytacaz 2x0 Friburguense, Ari de Oliveira

Friburguense 1x1 Tigres, Eduardo Guinle

Barra da Tijuca 2x1 Friburguense, C. Galvão

Friburguense 1x0 Duque de Caxias, Eduardo Guinle

São Cristovão 2x3 Friburguense, Rua Bariri

17/jun - 15h - Friburguense x São Gonçalo, Eduardo Guinle

22/jun - 15h - Gonçalense x Friburguense, Alzirão

28/jun - 15h - Artsul x Friburguense, Nivaldo Pereira

01/jul - 15h - Friburguense x Serrano, Eduardo Guinle

FFERJ confirma novo formato da Copa Rio; Friburguense está fora

Uma nova fórmula, novo sistema, competição menor e o atual campeão em campo fora. A Copa Rio de 2017 apresenta mudanças, que resultaram na exclusão do Friburguense, detentor do título dentro das quatro linhas em 2016. De acordo com o novo regulamento, os oito cruzamentos da primeira fase vão acontecer em 12 de julho. Nesta temporada a fórmula de disputa adotada foi a do mata-mata, sempre com jogos de ida e volta, e por isso o pontapé inicial é dado já nas oitavas de final.

O sorteio direcionado colocou os oito clubes provenientes da série A de 2016 no primeiro pote. Os outros oito classificados (cinco via série B e três pela série C do ano passado) foram revelados, indicando assim os rivais dos times da elite. Os duelos são Volta Redonda x Audax Rio; Madureira x São Gonçalo; Macaé x Americano; Bangu x Serrano; Portuguesa x Itaboraí; Boavista x Olaria; Resende x Barcelona e Tigres do Brasil x Carapebus.

Os times da série A possuem a vantagem de jogar a segunda partida em casa nas oitavas de final. A partir das quartas, haverá sorteio para definição da ordem dos confrontos.

 

LEIA MAIS

Tricolor da Serra precisa ser cirúrgico nas últimas 4 rodadas e aproveitar o fato de jogar três delas em casa

Com o 2 x 0, time chega à quarta posição no grupo B da Taça Corcovado e segue na briga por vaga nas semifinais

Participarão 12 equipes, metade na categoria infantil feminino e metade na adulto feminino

Publicidade
Agora Faz