Frizão, Stucky e Botafogo iniciam temporada do futebol master

Redes balançaram 7 vezes na vitória do time da casa sobre o alvinegro carioca
sexta-feira, 02 de fevereiro de 2018
por Vinicius Gastin
Foto de capa
Mais entrosado, o Stucky aplicou 5 a 2 sobre o Botafogo

Sócios, amigos e alguns ex-jogadores se reencontraram em mais um momento especial para os times de master do Friburguense, Stucky e Botafogo. As três equipes entraram em campo no último sábado, 27 de janeiro, no estádio Márcio Branco, no Stucky, e fizeram dois duelos bastante movimentados, em duas categorias distintas. Se no primeiro jogo faltaram gols, no segundo as redes balançaram sete vezes na vitória do time da casa sobre o alvinegro carioca.

Cada uma das equipes, formadas por sócio-torcedores, sócios, amigos e ex-jogadores terá seus compromissos durante o ano de 2018. O Botafogo participa da Liga Master estadual, mesma competição em que o Friburguense pode entrar, caso reúna a estrutura necessária. Já o Stucky deverá realizar amistosos regularmente, dentro e fora de Nova Friburgo, como sempre acontece há alguns anos.

Friburguense x Botafogo

Faltou apenas o gol para coroar as inúmeras oportunidades criadas no duelo entre Friburguense e Botafogo, o primeiro do dia, especialmente por parte do Tricolor da Serra. O 0 a 0, no entanto, foi agradável para todos que compareceram para prestigiar. Com um time mais entrosado, o Frizão tomou a iniciativa e teve o controle da partida por praticamente todo o tempo. Foram várias chances criadas e desperdiçadas ao longo da partida. O alvinegro carioca, com o time ainda em formação e com alguns desfalques, buscava os contra ataques, mas não obteve sucesso em nenhum deles.

O Botafogo participa do campeonato Carioca de Master, enquanto o Friburguense ainda tenta viabilizar a presença em competições importantes, à exemplo do próprio Estadual. Os responsáveis pela equipe trabalham os detalhes dessa possibilidade, e boas novidades podem surgir em breve para o Tricolor da Serra nesta categoria.

Stucky x Botafogo

Se faltaram bolas na rede na primeira partida, na segunda sete gols movimentaram o jogo entre Stucky e Botafogo. O time da zona rural de Nova Friburgo, que durante muito tempo registrou longa invencibilidade nas últimas temporadas, bateu o Glorioso pelo placar de 5 a 2. Dudu e Flavinho Fratelo, duas vezes cada, e Everaldo marcaram para o Stucky no estádio Márcio Branco.

        A equipe da casa contou com vários jogadores que fizeram história no futebol amador municipal, e alguns deles, ainda participam de competições. Desta forma, o Stucky dominou as ações, demonstrando maior entrosamento e qualidade técnica individual. O time da zona rural promove amistosos regularmente, seja em seu estádio ou municípios pela região, e é sempre um time muito difícil de ser batido.

O Botafogo, assim como a equipe que entrou em campo antes, ainda está em fase de montagem para a Liga Master. Destaque para as presenças de alguns friburguenses, dentre eles Vinícius Vargas, que está à frente do projeto na equipe carioca.

Um friburguense à frente do Fogão Master

Vinícius Vargas, de 44 anos, é morador de Nova Friburgo, alvinegro de coração e um dos representantes da cidade no projeto de futebol master do Botafogo, e atua como um dos responsáveis pelo desenvolvimento da modalidade no clube. A diretoria alvinegra, inclusive, tenta recuperar a tradicional sede de Marechal Hermes, no Rio de Janeiro, para transformá-la na casa da categoria.

 “O master sócio-torcedores é um projeto criado pelos grandes clubes, e o Botafogo é um dos pioneiros. A ideia é aproximar o torcedor que gosta de jogar futebol do próprio clube. Os times são formados por torcedores que são sócios ou proprietários e têm a oportunidade de realizar o sonho de infância, que é vestir a camisa do clube de coração. É gratificante e apaixonante”, afirma.

A oportunidade de participar do projeto surgiu há dois anos, quando o Botafogo passou a investir na ideia do futebol master. Desde a aprovação no teste, o envolvimento apenas cresceu. “Em 2016 houve um campeonato no Rio de Janeiro, com Olaria, Fluminense Vasco e outros clubes, e o Botafogo participou. Como sou sócio proprietário do clube, recebi esse convite para participar de uma peneira. Consegui agradar e estou até hoje, não apenas jogando, como também ajudando a coordenar. Além de mim, outros amigos colaboram por amor ao Botafogo e ao projeto. Há muito a crescer”, aposta.

Não só o clube, como também a modalidade estão em fase de desenvolvimento. A Liga Master de Sócio-Torcedores teve uma edição realizada no ano passado, e alguns detalhes são acertados para que a competição seja novamente promovida em 2018. “O campeonato deste ano está sendo formatado, e as reuniões já começaram para viabilizarmos o campeonato deste ano. Fluminense, Vasco, Comary e Rio Cricket, dentre outros participam. O próprio Friburguense está se organizando para participar”, disse Vinícius.

Sobre o duelo do último sábado, mesmo com a derrota de sua equipe para o Stucky, Vinícius Vargas afirma que o mais importante foi confraternizar com os amigos de Nova Friburgo. “Estar com os amigos do Friburguense é sempre especial. Costumamos dizer que não é um jogo contra, mas sim Botafogo com o Friburguense. Da mesma forma, o Stucky. Existe uma união, amizade e a confraternização através do futebol e da paixão pelos clubes. Foi mais um dia especial”, completou.

Além da chance de vestir a camisa do clube de coração, os torcedores de Nova Friburgo e de outros municípios que participam das equipes de master possuem outra oportunidade ímpar: a de jogar ao lado de alguns ídolos do passado. “Para nós torcedores poder jogar com tantos campeões pelo nosso clube é uma honra. Já tivemos o Jamir (volante campeão brasileiro em 1995), que é um grande amigo nosso, Maurício, Mendonça, dentre outros atletas”, enumera Vinícius.

LEIA MAIS

Chances de brigar pelo acesso, que já eram remotas antes da partida, ficaram ainda menores

Jogo de volta, dia 22, definirá quem avança às quartas de final da Copa Rio

Tricolor da Serra encara o Bangu, e o primeiro jogo acontece nesta quarta no Eduardo Guinle

Publicidade
TAGS: futebol