FriCine movimenta a cidade com atividades até domingo

Programação do Festival Internacional de Cinema Socioambiental inclui mostra de curtas, longas, palestras e apresentação teatral
quarta-feira, 15 de novembro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Os amantes de cinema têm encontro marcado até este domingo, 19. Isso porque, desde a terça-feira, 14, a cidade sedia mais uma edição do Festival Internacional de Cinema Socioambiental (FriCine). Com exibição de filmes brasileiros e internacionais sobre a diversidade socioambiental do planeta, o evento tem como objetivo, além de entreter o público, incentivar o debate sobre os desafios que a indiferença, o consumo desenfreado, o crescimento desordenado das cidades e a desigualdade econômica e social impõem a todos. A programação acontece em diversos pontos da cidade.    

O festival começou com exibição do documentário “Dedo na Ferida”, do diretor Sílvio Tendler, no Teatro Sania Cosmelli, do Colégio Nossa Senhora das Dores. Evento que contou, inclusive, com a presença do próprio Sílvio. Outro grande destaque desta edição ocorrerá no encerramento do festival com a apresentação do monólogo “Marx baixou em mim – Uma comédia indignada”, de Howard Zinn, com tradução de Tereza Briggs-Novaes, dirigida e interpretada por Jitman Vibranovski.

Segundo a produtora Ana Hollanda Cavalcanti, quem se animar a assistir alguns dos mais de 60 filmes que serão exibidos até domingo, não vai se decepcionar: “Curtas, médias e longas-metragens, que em sua maioria não entrarão no circuito comercial, informam a quantas anda a situação da biodiversidade humana, animal e vegetal no planeta. Acima de qualquer questão, enfocar a luta cotidiana da vida contra sua própria extinção e a degradação por causas não naturais. Nesse contexto, o FriCine também vai levantar a bandeira da causa animal, este outro ator da biodiversidade que vem muitas vezes sendo tratado como escravo pelo ser humano e submetido à violência do encarceramento, negligência e abandono”.

Confira a programação:

Quinta-feira, 16

Usina Cultural Energisa

14h - Mostra competitiva internacional de curtas – Programa 5.

16h - Mostra competitiva internacional de curtas – Programa 6.

18h - Mostra competitiva internacional de curtas - médias e longas.

20h - Mostra competitiva internacional de longas.

 

Teatro Sania Cosmelli

19h - Filme e Palestra  

Exibição de “Suicídio”, do espanhol Juan Mateos. Após o filme, palestra de Norma Liliani de Souza Pinto, da coordenação do Centro de Valorização da Vida (CVV - RJ/ES) sobre uma das principais causa de mortes, no mundo, por motivos não naturais.

21h - Mostra Paralela (fora da competição).

 

Sexta-feira, 17

Usina Cultural Energisa  

14h - Mostra competitiva de curtas – Programa 7.

16h - Mostra competitiva internacional de curtas – Programa 8.

18h - Mostra competitiva internacional de médias e longas.  

20h - Mostra competitiva internacional de longas.

 

Centro de Turismo (Pça. Dermeval Moreira Barbosa)

14h a 18h - Mostra de filmes em realidade virtual com os filmes “Rio de Lama”, de Tadeu Jungle, e “Amazônia Adentro”, de Patrick Meegan, com narração de Marcos Palmeira.

 

Usina Cultural Energisa   

15h - Palestra “Realidade Virtual, Aumentada e Mista: uma revolução na produção audiovisual”, com Marcos Ferreira, sócio-diretor da mobCONTENT, apresentando o atual panorama das tecnologias e como o produtor audiovisual pode usar estes recursos na narrativa audiovisual.

 

Sábado, 18

Usina Cultural Energisa  

14h - Mostra competitiva de curtas – Programa 7.

16h - Mostra competitiva internacional de curtas – Programa 8.

18h - Mostra competitiva internacional de curtas, médias e longas.

20h - Mostra competitiva regional e internacional de curtas e longas.

 

Centro de Turismo (Pça. Dermeval Barbosa Moreira)

14h a 18h - Mostra de filmes em realidade virtual apresentando “Rio de Lama”, de Tadeu Jungle, e “Amazônia Adentro”, de Patrick Meegan, com narração de Marcos Palmeira.

 

Teatro Sania Cosmelli

19h - Mostra Paralela (fora da competição).

21h - Mostra Paralela (fora da competição).

 

Domingo, 19

Usina Cultural Energisa

16h - Exibição dos filmes premiados.

19h - Premiação.

19h30 - Teatro: “Marx baixou em mim: Uma comédia indignada”, baseada na peça “Marx in Soho”, de Howard Zinn, com tradução de Tereza Briggs, interpretada pelo ator Jitman Vibranovsky.


Classificação indicativa e mais informações sobre a programação do evento no Facebook ou no site do festival www.fricine.com.br. Programação sujeita a alteração.

LEIA MAIS

Confira as críticas e os locais de exibição com Leo Arturius

Confira as críticas e os locais de exibição em Nova Friburgo

Primeiro cineasta a ter um filme brasileiro produzido pela Netflix fala com exclusividade para A VOZ DA SERRA

Publicidade
Agora Faz
TAGS: Cinema