Friburguense ganha prêmio em um dos maiores eventos de tattoo da América Latina

Diego Belmiro faturou o 2º lugar na categoria Old School, na Tatoo Week Rio. Próximo desafio será já neste fim de semana
quinta-feira, 18 de janeiro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
A tatoo premiada na Tattoo Week Rio (Reprodução da internet)

O tatuador friburguense Diego Belmiro foi destaque em mais uma competição. Com um desenho de cores vibrantes e cheio de detalhes, o artista surpreendeu os jurados e faturou o segundo lugar na categoria Old School, no Tattoo Week Rio. O evento, que é considerado um dos maiores da América Latina, aconteceu entre os dias 12 e 14 deste mês e reuniu dezenas de pessoas.

"Estou feliz demais com o prêmio, com a troca de ideia com os amigos, e com o apoio de todos vocês que torcem por mim!  Tenho um longo caminho pra percorrer. A minha meta é evoluir sempre”, disse Diego. Segundo ele, foram necessárias 16 horas para finalizar a tatuagem premiada, desde os rabiscos iniciais até a pintura. Esta é a sexta premiação do jovem tatuador.

Para o consagrado Rodrigo Catuaba, este é só o início de uma carreira de sucesso. "Diego é muito talentoso, aplicado e tenho certeza que tem um futuro brilhante pela frente. Ele é uma grande promessa no mundo das artes e vocês ainda vão ouvir falar muito dele", afirmou Catuaba, que acompanhou o jovem no evento. Na foto acima, uma borboleta em 3D tatuada no ombro de uma jovem, como se estivesse batendo asas.

Diego Belmiro enfrenta um novo desafio já nos próximos dias 19, 20 e 21, quando acontecerá a convenção Rio das Ostras Tattoo Fest. “Agora é estudar e focar para mais essa competição”, afirmou ele, que tem apenas 21 anos e começou a tatuar aos 18, como aprendiz no estúdio de Catuaba.

Em novembro do ano passado, Diego foi destaque no Festival Serra Ink Tattoo, ocorrido em Teresópolis. Na ocasião, ele competiu nas categorias Old School e Neo Traditional e conquistou o prêmio de primeiro lugar em ambas as modalidades (foto).

Atualmente Diego participa do projeto que tem como objetivo ajudar mulheres mastectomizadas (aquelas que extraíram o seio por causa do câncer de mama). Ao lado de Catuaba, que reproduz a aréola e o mamilo em mulheres que passaram pela cirurgia, Diego cobre as cicatrizes deixadas pela intervenção.

 

Publicidade
Agora Faz
TAGS: tatoo