Friburguense conquista vaga em intercâmbio na Espanha

Estudante de turismo do Cefet tenta agora apoio financeiro para custear a viagem
quarta-feira, 20 de setembro de 2017
por Guilherme Alt
Foto de capa

O estudante de turismo Marllon Santos, 20 anos, recentemente foi aprovado para cursar seis meses de turismo e um curso aperfeiçoado de espanhol, na Universidad de Jaén, região da Andaluzia, Espanha. Aluno do Centro Federal de Educação Tecnológica de Nova Friburgo (Cefet), Marllon concorreu com alunos de todas as unidades do Cefet no estado do Rio de Janeiro. “Eu concorri com pessoas que cursam engenharia da computação, engenharia civil, administração e turismo. Eram somente duas vagas e consegui uma delas”, vibra o jovem friburguense.

Filho de um barbeiro e uma empregada doméstica, Marllon relata a dificuldade que é para um jovem de família humilde alcançar conquistas importantes, como essa. “Eu sempre estudei em escola pública, todos os cursos que tenho foram gratuitos e com muita força de vontade. A minha vida mudou muito depois que entrei na faculdade e conheci pessoas que me incentivaram demais a fazer esse teste. Elas me fizeram ter certeza do meu potencial”, acredita.

De acordo com Marllon, o intercâmbio na Espanha é uma oportunidade única. Além de conhecer uma nova cultura e adquirir conhecimentos na área, a experiência de morar em um país de idioma diferente, em outro continente é um dos fatores que o motivaram a fazer as provas. “Esta oportunidade é única, vai acrescentar muito na minha vida profissional, pois vou aperfeiçoar meu espanhol, conhecer novas culturas e ter contato com estudantes de todo o mundo. Estarei num processo de aprendizagem e interação com pessoas que nunca tive contato na vida.”

Viagem incerta

A viagem de Marllon está marcada para o final de janeiro de 2018, mas apesar da alegria da aprovação e da iminente experiência que irá adquirir, o estudante corre o risco de não viajar por conta das despesas da viagem. Só passar na prova não foi o suficiente. Marllon terá que arcar com os custos de passaporte, visto de estudante, seguro de vida e passagens (ida e volta). “Estou preocupado porque não tenho condições de arcar com todos esses gastos, já que só vou receber a bolsa após um mês de estadia na Espanha, ou seja, em março”, conta.

Com o objetivo de angariar os recursos necessários para a viagem, Marllon criou um site de financiamento coletivo que deve entrar em funcionamento ainda nesta semana. Quem quiser acessar, e ajudá-lo a realizar seu grande sonho, o endereço é: https://www.kickante.com.br/campanhas/custeio-para-o-intercambio-em-jaenespanha

 

Publicidade
Agora Faz
TAGS: