Friburgo tem abastecimento de combustível afetado pela greve de caminhoneiros

Posto da Via Expressa está sem receber caminhões desde sexta-feira
segunda-feira, 11 de dezembro de 2017
por Guilherme Alt
Foto de capa
Posto sem combustível, bomba trancada (Foto: Henrique Pinheiro)

A paralisação das transportadoras de combustível iniciada na quinta-feira, 7, afetou o fornecimento em Nova Friburgo. Mas mesmo com o fim do protesto, anunciado após reunião entre representantes do sindicato da categoria e do governo do Estado, desde a última sexta-feira, 8, o posto de gasolina da Via Expressa está sem combustível.

De acordo com funcionários, o prejuízo ainda é incalculável e não há a previsão para o reabastecimento. “Tinha uma caminhão vindo para cá, mas ele foi parado na estrada. Não sabemos em que posição ele está e se vai demorar para liberarem a passagem”, disseram.

Nos outros postos da cidade o abastecimento ocorre normalmente, mas os motoristas friburguenses já se adiantaram para encher o tanque. Na manhã deste sábado, a movimentação já era maior do que o costume, de acordo com alguns frentistas.

As manifestações foram provocadas pelo sindicato dos transportadores de produtos derivados de petróleo, em protesto contra o aumento de impostos sobre combustíveis. A falta deles prejudicou muitos postos em cidades dos estados do Rio e Minas Gerais. Em Betim (MG) por exemplo, os caminhões tanques só saiam de dentro das distribuidoras com escolta policial, o que gerou atrasos nas entregas e zerou o estoque de alguns. Outros pontos que tiveram protestos confirmados foram em Ijuí-RS, Araucária-PR, Paulínea-SP e Duque de Caxias-RJ.

Foto da galeria
Motociclista tenta abastecer na Via Expressa e não consegue (Foto: Henrique Pinheiro)
Publicidade
Agora Faz