Friburgo Rugby promove evento gratuito com jogo e música neste domingo

Os amantes do esporte e do rock terão uma boa oportunidade para apreciar os dois
sexta-feira, 21 de abril de 2017
por Vinicius Gastin
Foto de capa
No primeiro desafio do ano, equipe conquistou título da Copa Serrana de Sevens Verão

Em nova fase em sua história de uma década, o Friburgo Rugby inova e vai misturar esporte e música no evento neste domingo, 23. Os amantes da modalidade e do rock terão uma boa oportunidade para apreciar os dois estilos, musical e esportivo, no mesmo espaço. O 1º Rock’n Rugby será realizado no Estádio Guilherme Gripp, em Amparo, e contará com a partida da primeira divisão do estadual entre o Friburgo/JF Imperadores Rugby e Niterói Rugby. Os dois times entram em campo às 14h.

Após o jogo, o projeto Rock na Kombi será o responsável pela trilha sonora do evento. De acordo com os organizadores, a expectativa é de que a atividade musical comece por volta das 16h. “Queremos promover um jogo de qualidade e esperamos cerca de 150 pessoas para assistir ao jogo e ao show”, destacou o presidente do Friburgo Rugby, Pedro Bezerra.

O evento é gratuito e aberto a toda a comunidade. O Friburgo Rugby surgiu em 2007 e em 10 anos de existência o conquistou a série B da categoria nos anos de 2008 e 2014. Em processo de reestruturação, o time de Nova Friburgo começou a caminhada deste ano com o título da Copa Serrana de Sevens Verão. Os números e marcas da conquista, inclusive, chamaram a atenção de forma positiva: a defesa se mostrou bastante compacta, sofrendo apenas três try-outs, e o ataque foi eficiente para garantir as quatro vitórias conquistadas no caminho até o título. Uma dose extra de motivação para a primeira divisão do estadual, que é o principal objetivo da temporada.

O Friburgo Rugby conquistou, durante a campanha, resultados bastante expressivos, como os 46 a 0 sobre os Três Rios. Os Cães de Pedra venceram ainda o Cachoeiras Rugby por 12 a 7 e o Ita Rugby por 24 a 7. Na grande decisão, diante do Cariocas Rugby, o time de Nova Friburgo fez 19 a 5. “Agradecemos às pessoas e empresas que nos ajudam, como o Cantinho da Cléo, Contar Contabilidade e a Academia Fight Co.”

O time-base que participou da campanha vitoriosa foi composto pelos atletas Erick Samurai, Serginho, João Vitor, Grilo, Rafinha, Fofão, Pedrão, Juca, Sonic, Hugo, Zé Tallys, Saimon e Douglas, além de Alex (torcida) e a Madrinha Uta.

Parceria é a novidade

O processo de recuperação do Friburgo Rugby teve início com a montagem de uma nova diretoria. Pedro Bezerra foi indicado para a presidência da equipe, que tem como vice-presidente Juca Santo. Para comandar a equipe à beira do campo, Felipe Sardou foi escolhido como treinador. A novidade principal, porém, é a parceria com a equipe de Juiz de Fora-MG para disputar jogos e campeonatos. O objetivo principal da temporada é buscar o título da competição estadual, que terá início exatamente neste domingo, 23. Para tanto, a equipe, que utilizava o campo próximo ao trevo de Mury — bastante danificado com as chuvas no fim do ano passado — reforçou os treinamentos no Suspiro, sempre aos sábados, pela manhã. 

O Friburgo Rugby foi fundado por iniciativa de um grupo de amigos há dez anos. Inicialmente, a ideia era apenas oferecer uma nova opção de lazer através da modalidade. Junto à fundação da equipe, logo veio o apelido que caracteriza os jogadores: Cães de Pedra, numa referência à pedra do Cão Sentado. Em 2007, o Friburgo Rugby passou a disputar a elite fluminense da modalidade, e já no ano seguinte, sagrou-se campeão estadual da série B.

Em 2011, mesmo com as dificuldades do pós-tragédia na Região Serrana, o Friburgo Rugby conquistou o vice-campeonato estadual. Na temporada seguinte, conseguiram realizar uma série de partidas pelo campeonato fluminense em casa, no campo do Amparo Futebol Clube. Em março de 2012, uma escolinha foi montada para oferecer aulas inteiramente gratuitas para crianças a partir dos oito anos de idade, com exigência única de frequência e bom desempenho escolar. 

Outra inovação foi a formação de um time feminino, que também volta a ter atenção especial a partir do recomeço da equipe. Na época de maior movimento, cerca de 15 atletas fizeram parte do grupo. As meninas chegaram a disputar o Circuito Fluminense de Rugby Sevens Feminino 2014, em Maricá, na modalidade olímpica seven-a-side (sete jogadoras). 

LEIA MAIS

Em processo de reestruturação, time já pode comemorar a primeira conquista em sua nova etapa

Equipe terá primeiro amistoso na próxima semana

Equipe jogará a Liga Fluminense de Futebol Americano na categoria Full Pads (com equipamentos)

Publicidade
Agora Faz