Friburgo em 1º lugar no ranking das Cidades Empreendedoras

Município foi o mais bem colocado pelo Sebrae entre os 11 que reúnem mais de 20% da atividade empresarial do estado
terça-feira, 10 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Ações de desburocratização, como licenciamento ambiental e liberação de alvarás 100% informatizado, graças à integração online entre várias secretarias, deram a Nova Friburgo o primeiro lugar entre as cidades mais empreendedoras do estado, na avaliação do Sebrae-RJ. O município ficou à frente de  Petrópolis, Volta Redonda, São Pedro da Aldeia; Itaperuna; Campos; Niterói; Três Rios; Angra dos Reis; Nova Iguaçu e Duque de Caxias. Juntas, elas respondem por mais de 20% da atividade empresarial do estado.

O programa Cidade Empreendedoras premia  iniciativas em prol do desenvolvimento econômico local. O primeiro lugar foi conquistado após vários encontros do Comitê Gestor do programa, representado por dezenas de servidores públicos de várias secretarias e setores municipais, entre eles Desenvolvimento Econômico, Controle Interno, Administração, Planejamento, Fazenda, Agricultura, Infraestrutura & Logística, Vigilância Sanitária, Saúde, Meio Ambiente, Postura, Educação, Procuradoria Geral do Município, além de Agentes de Desenvolvimento.

O Sebrae lançou o programa com o objetivo de incentivar os governos municipais e as lideranças empresariais locais a desenvolverem e implantarem políticas públicas voltadas para micro e pequenas empresas, em favor da promoção de uma ambiente favorável à geração de negócios e do desenvolvimento socioeconômico.

Entre as principais iniciativas que Nova Friburgo mostrou estão:

  • Elaboração de leis municipais que beneficiem os microempreendedores individuais (MEIs);

  • Elaboração de editais exclusivos voltados para os MEIs;

  • Participação de servidores em capacitações voltadas para as compras públicas e desburocratização;

  • Realização de licitação com previsão de cotas voltadas para pequenos negócios;

  • Elaboração de canal de divulgação para os editais de licitação voltados para os pequenos negócios;

  • Participação de entidades de classe no desenvolvimento econômico local através de convênios e reuniões;

  • Incentivos tributários voltados aos pequenos negócios;

  • Realização de atividades de educação empreendedora nas escolas.

Para Fernanda Gripp, coordenadora regional do Sebrae-RJ, o que mais chamou atenção quanto ao desempenho de Nova Friburgo foi a união e o comprometimento coordenado dos servidores públicos no cumprimento das tarefas estipuladas desde a primeira reunião realizada pela instituição com a prefeitura,  em agosto de 2017. “Em Nova Friburgo praticamente 100% do que foi estipulado como meta nas reuniões foi cumprido. E não apenas isso, mas tudo foi evidenciado documentalmente, o que proporcionou uma excelente pontuação para a cidade, fazendo com que ela chegasse ao primeiro lugar. Isso foi um grande diferencial durante a competição”.

De acordo com Walter Thuller, subsecretário de Desenvolvimento Econômico de Nova Friburgo, o cumprimento das metas estipuladas e sua comprovação documental é a demonstração do interesse que há da prefeitura local em promover o empreendedorismo na região. “Esse é o caminho ideal para uma administração que pretende gerar um desenvolvimento local consolidado, ainda mais quando em torno de 45% de nossas atividades econômicas são realizadas por MEIs. Por isso estamos comprometidos em promover políticas públicas que potencializem as ações e o desempenho das empresas locais, pois esse é um gerador de emprego e distribuição de renda que beneficia toda sociedade”.

Segundo o prefeito  Renato Bravo, essa vitória representa mais alguns passos no caminho do fortalecimento econômico do município. “O nosso trabalho à frente da prefeitura e, principalmente ao longo deste programa, está pautado na geração de trabalho e renda. Por isso, alcançar o primeiro lugar nos deixa muito felizes pois é o reconhecimento de um esforço feito pela nossa equipe para buscar essa meta para nossa cidade”, comemorou o prefeito.

Com cerca de 185 mil habitantes, Nova Friburgo conta hoje com 26.012 empresas, sendo 11.360 MEIs, que equivalem a cerca de 45% dos negócios da cidade. O início do Programa Cidades Empreendedoras em Nova Friburgo se deu no dia 11 de agosto, quando o município deu o primeiro passo para que sejam criadas e implantadas políticas públicas voltadas para micro e pequenas empresas.

 

LEIA MAIS

Em funcionamento, prédio já tem escritórios de advocacia, engenharia e psicologia

Novidade visa a estimular o empreendedorismo dentro e fora do campus

Dado faz parte de levantamento divulgado pela Sala do Empreendedor do município

Publicidade
Agora Faz