Ferj confirma: Frizão estreia na Série B1 em 2018

Sorteio da tabela está previsto para março e bola começa a rolar em 19 de maio
quinta-feira, 07 de dezembro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Frizão em ação nesta temporada: data marcada para entrar novamente em ação no ano que vem

Três dias depois do bicentenário de Nova Friburgo, uma das instituições esportivas mais importantes da cidade iniciará uma longa e difícil caminhada para tentar voltar a figurar entre os principais clubes de futebol do Rio de Janeiro. A Federação de Futebol do Rio de Janeiro (Ferj) confirmou que a Série B1 estadual terá início no dia 19 de maio de 2018. O sorteio da tabela está previsto para março, exatamente dois meses antes da bola começar a rolar.

Além de informar também a data de início das competições das Séries B2 e C, a Ferj informou que, para entrar em campo, será necessário estar com as dívidas de 2017 completamente quitadas até 70 dias antes do torneio. De acordo com a direção do Friburguense, o clube está em dia com todas as suas obrigações.

As Séries B1 e B2 devem começar, portanto, no dia 19 de maio, enquanto a Série C está programada para começar em 24 de junho. Embora ainda deva ser discutido, o regulamento e a fórmula de disputa da Série B1, principal desafio do Tricolor da Serra no ano que vem, as alterações devem ser poucas. Uma das únicas mudanças, porém importante, deve ser sugerida para o jogo do acesso, que este ano foi definido na semifinal geral, através de jogo único, e passaria a ser decidido em partidas de ida e volta. A alteração não iria afetar o calendário das competições, já que a final contaria com um único duelo, ao contrário da última edição.

A inversão será proposta pelo diretor de competição da Ferj, Marcelo Vianna, ao presidente Rubens Lopes e também aos representantes dos clubes, na realização da primeira reunião do Conselho Arbitral das segunda e terceira divisões para o próximo ano, ainda sem data definida para acontecer.

Segundo o dirigente, a ideia é dar mais justiça ao acesso. O sistema de divisão por turnos, taças Corcovado e Santos Dumont, as vagas aos campeões de cada um e aos melhores classificados no geral devem ser mantidos. Em 2017, o Tricolor da Serra não conseguiu chegar a nenhuma das semifinais, e terminou a competição como oitavo colocado.

Angra dos Reis e Santa Cruz subiram da Série B2 e se juntam a Friburguense, Americano, Artsul, Audax, Barcelona, Campos / Carapebus, Duque de Caxias, Gonçalense, Itaboraí, Olaria, Sampaio Corrêa, São Gonçalo, Serra Macaense, Serrano, Tigres do Brasil e mais duas equipes rebaixadas da seletiva estadual da primeira divisão (América, Goytacaz, Cabofriense, Resende, Bonsucesso e Macaé participam desta fase). Na edição deste ano, América e Goytacaz subiram de divisão, enquanto Barra Mansa, Queimados e São Cristóvão caíram para a Série B2.

Preparação já começou

O Friburguense segue trabalhando em Nova Friburgo desde 7 de novembro, e além do amistoso com o Resende, realizado no mês passado, deve fazer novos amistosos ainda este mês, período em que terá início a fase seletiva da primeira divisão estadual. Um grupo considerável de jogadores participa da rotina de treinamentos no estádio Eduardo Guinle, ainda de forma embrionária, mas já visando a próxima temporada.

Atletas como Afonso, Sérgio Gomes, Bidu, Ziquinha, Jefinho, Lucas e Gabriel, que deverão compor a espinha dorsal do clube em 2018, se juntaram a atletas recém promovidos da base para começar o trabalho. O zagueiro Cadão ainda precisa intensificar a preparação, e não tem previsão estipulada de retorno. Reforços mais tarimbados serão contratados posteriormente, em período mais próximo ao das competições.

"Temos um grupo de jogadores para fazer uma manutenção. Vamos pegar o gancho da seletiva, do Estadual e da busca por amistosos por essas equipes que irão participar. Vamos mesclar os atletas do grupo principal com os juniores, que foram bem no Estadual, mesmo sendo a Série B", explica o gerente de futebol José Siqueira, o Siqueirinha.

O Frizão sofreu algumas baixas importantes neste início de trabalho, mas todas já esperadas. O zagueiro Roberto Júnior vai jogar a primeira divisão pela Cabofriense, enquanto o lateral direito Yan vestirá a camisa do Macáe. O goleiro Luiz Felipe e o atacante reforçam o Resende na seletiva, enquanto o meia Gleison jogará o campeonato goiano pelo Anápolis. A tendência é que boa parte destes jogadores retorne para a disputa da Série B1.

Ainda também não há definições sobre o comando técnico, algo que deve ser melhor estudado e resolvido em breve pela direção tricolor. No entanto, durante as entrevistas concedidas à imprensa, o dirigente tem defendido um nome de mais peso e experiência para tentar levar o Friburguense de volta à primeira divisão.

Um profissional que já esteve no clube e conhece a filosofia de trabalho não está descartado, e a ideia de trazer alguém deste perfil ganha cada vez mais força. O nome de Gerson Andreotti, que subiu o Tricolor em 2011, é bem cotado, embora não exista nenhuma negociação oficial em andamento. Merica, que comandou o time principal este ano, deve dirigir o time sub-20 do Friburguense nas competições do próximo ano.

LEIA MAIS

Partidas decisivas acontecem neste sábado, no Campo do Serrano: Vargem Alta enfrenta Varginha e Unidos do Alto joga com Botafoguinho

Redes balançaram 19 vezes em 3 jogos na última rodada, com direito a goleada e a empate com oito gols

Homenagem na Câmara e confraternização são os próximos lances dos jogadores veteranos

Publicidade
Agora Faz
TAGS: futebol