Febre amarela provoca corrida a postos também em Friburgo

Unidade do Suspiro tem fila de 400 pessoas e mais de duas horas de espera na manhã desta quarta
quarta-feira, 17 de janeiro de 2018
por Adriana Oliveira

 

 

Assim como no Rio de Janeiro e em outras cidades, grandes filas se formaram na manhã desta quarta-feira, 17, no Posto Sylvio Henrique Braune, no Suspiro, de friburguenses em busca de imunização contra a febre amarela. Às 10h40, havia cerca de 400 pessoas aguardando a vez, muitas delas com crianças no colo. Naquele horário, a espera já durava mais de duas horas, e muita gente desistia.

Morador de Duas Pedras, Jayme de Castro Nunes chegou com a mulher e duas filhas, mas resolveu retornar outra hora. Enquanto isso, no outro extremo da fila, Rita Baldez, moradora da Fazenda Bela Vista, era a próxima a ser atendida. Ele contou que chegara às 8h45, quando o posto ainda estava relativamente vazio.

Segundo a enfermeira Eliana Sepúlveda, chefe da unidade, até o fim do dia a expectativa é que cerca de mil pessoas sejam imunizadas. Em Nova Friburgo as doses estão sendo aplicadas inteiras, sem fracionamento e, segundo funcionários do posto, pelo menos por enquanto, há estoque suficiente. É bom lembrar que quem já foi vacinado uma vez na vida não precisa repetir a dose.

Para se vacinar, além de paciência, adultos devem levar apenas um documento de identidade. Crianças de até 12 anos precisam apresentar a carteira de vacinação e pessoas com mais de 60 e alérgicos só recebem a vacina com prescrição médica.

Mal começado o novo ano, o Estado do Rio já registrou três mortes confirmadas pela doença: um homem de 47 anos morador de Canoas, em Teresópolis, e dois  em Valença, no Sul do estado. Os casos foram atestados após exames laboratoriais realizado pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Além das três mortes confirmadas até a última segunda-feira, 15, há um paciente de Valença internado em Resende, com diagnóstico de febre amarela confirmado. Em todo o estado, ainda há outros sete casos sob investigação: um morto e seis internados, cinco deles também moradores de Valença.

Ações incluem Dia D, no sábado 27

Com a possibilidade de aumento no número de casos em toda a região, as secretarias de Saúde dos municípios, principalmente os mais próximos das cidades onde houve confirmação da doença, já começaram a  intensificar os trabalhos de prevenção. Em Nova Friburgo, a Subsecretaria de Vigilância em Saúde divulgou o “Plano de Resposta ao Alerta por Febre Amarela”. As ações incluem a busca de não vacinados em toda área de cobertura da Estratégia de Saúde da Família e elaboração de termo de responsabilidade para ser assinado por usuários que não queiram se vacinar; o Dia D de vacinação no sábado 27 em todas as unidades de saúde do município, incluindo no Terra Nova, das 9h às 16h; campanha de vacinação itinerante de 22 a 25 de janeiro, das 9h às 13h, em localidades distantes como Janela das Andorinhas, Alto dos Michéis, Pilões, Três Cachoeiras, Alto dos Vieiras, Fazenda Mendes, Cardinot, Buraco do sapo, Ponte Preta, Prainha, Coelhão, Campo do Coelho, Centenário, Conquista e São Lourenço; distribuição de cartazes e panfletos informativos para praticantes de ecoturismo e caminhadas em áreas de floresta.

A vacinação contra a febre amarela em Nova Friburgo, na realidade, nunca chegou a parar - daí a procura pelo posto do Suspiro ontem.  Às segunda-feiras, das 9h às 16h, a imunização acontece no Posto de Saúde de Conselheiro Paulino. Às quartas-feiras, também das 9h às 16h, é a vez do Posto Sylvio Henrique Braune, no Suspiro, oferecer a dose. Já nas quinta-feiras, é possível se vacinar no Posto de São Geraldo, das 8h às 11h. Nas sextas-feiras, a imunização é oferecida em duas unidades: das 8h às 11h no Posto do Cordoeira e das 9h às 16h no Posto Tunney Kassuga, em Olaria.

De acordo com o governo do estado, os casos registrados da doença até agora são do tipo silvestre, transmitidos pelas espécies de mosquito Haemagogus e Sabeths, presentes em áreas de mata. Não há registro no país da forma urbana da doença, transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, desde 1942.

 

LEIA MAIS

Ação vai acontecer nesta quinta, em 4 locais; município também participará de mais um Dia D de imunização, em 3 de março

Onze seguem em investigação; quatro macacos também foram encontrados mortos na cidade

Irmã entrega suspeito de arrombamento e furto de medicamentos à polícia

Publicidade
Agora Faz
TAGS: saúde