Especial fitness: 5 dicas infalíveis para adotar bons hábitos alimentares

Nutricionista com mais de 1.800 seguidores no Instagram compartilha sua experiência
sábado, 02 de setembro de 2017
por Karine Knust
Foto de capa

Quem tem perfil no Instagram desde sua criação sabe que, até um tempo atrás, a rede funcionava como um grande “cardápio online", com suculentas - e outras nem tanto - fotos de iguarias degustadas por seus usuários. Atualmente, o estilo das publicações mudou. Há quem use a galeria virtual para compartilhar a rotina, viagens, lembranças, outros com fim de comercializar produtos e aqueles que fazem do app um espaço didático.

A nutricionista Katerine Sorrentino Knust, de 25 anos, é um exemplo de quem resolveu fazer da rede social um ambiente para difundir conhecimento. Pós-graduada em fitoterapia e suplementação clínica e esportiva, a jovem friburguense criou um perfil no Instagram exclusivo para tratar do tema que está em constante discussão e é objeto de muitas dúvidas para boa parte dos brasileiros: a alimentação.  

De acordo com um levantamento da ONU, mais da metade da população brasileira está com sobrepeso. Por outro lado, segundo a Associação Brasileira da Indústria do Esporte, as academias do Brasil somam quase oito milhões de alunos, movimentando cerca de US$ 2,5 bilhões. Nesse panorama cheio de extremos, onde será que está o segredo para uma vida mais saudável? A nutricionista garante: certamente não está nos excessos ou restrições.

“As pessoas estão confusas com a quantidade de informação espalhada em todos os cantos na internet. Na cabeça de muitos, comer de forma saudável se limita a salada, frango e batata doce. Mas uma boa alimentação não consiste em se restringir, mas em comer bem, com variedade e boas escolhas. Até porque, se a pessoa quer começar a mudar hábitos e já está pensando que isso será difícil e que vai gerar muito sofrimento, está começando errado”, explica ela.

Em seu perfil no Instagram, criado em maio e que já contabiliza mais de 1.800 seguidores, Katerine dá dicas e esclarece dúvidas de forma simples para quem quer se alimentar melhor. “Minha intenção é facilitar a vida das pessoas, trazendo conteúdo de fácil entendimento, mas que seja embasado cientificamente, para que elas possam fazer suas próprias escolhas de forma consciente”.

Segundo a nutricionista, um dos pilares para a mudança de visão em relação a comida é a persistência, mas a transformação é ligada a outros fatores. Pensando nisso, separamos cinco das principais dicas compartilhadas por Katerine em seu Instagram. Confira:

Cinco dicas para uma alimentação saudável (e possível)

1. Planeje a semana

Planejamento faz toda a diferença na hora de se alimentar melhor. Tire um dia  para organizar sua semana. Planeje suas refeições, incluindo os lanches. Faça marmitas. Pré-cozinhe e congele alimentos. Pique frutas e deixe aquela salada já higienizada na geladeira. Facilite sua vida!

2. Pequenas metas

Você não precisa mudar todos os hábitos ruins que você adquiriu durante anos em apenas uma semana. Pequenas metas são mais fáceis de serem cumpridas. Escolha um pequeno desafio por semana e se comprometa. Não beber refrigerante, cortar o açúcar do café, deixar de comer sobremesa após o almoço... Se desafie e não deixe o desistir como opção.

3. Persista!

O que torna uma dieta bem-sucedida é, sem dúvida, permanecer nela. Um bom nutricionista, uma alimentação bem planejada e individualizada, prescrição de manipulados e fitoterápicos, exercício físico... Nada disso irá funcionar se você não tiver persistência e sair da sua zona de conforto. Melhorar hábitos alimentares leva tempo, é um processo contínuo. O que te faz ter resultados significativos e permanentes é mudar a sua forma de pensar... não é um projeto verão, é um projeto de vida.

4. Menos “não”

A mudança é um ponto positivo e necessário, mas se pautar no "NÃO" (não posso comer isso, não posso comer aquilo) não é legal. Quanto mais você tenta seguir dietas, mais vontade de comer você tem. Por isso, se você quer mudar a sua alimentação, avalie primeiro o porquê e depois o como. Dietas que se baseiam em restrições pesadas não duram, e por isso, levam ao efeito sanfona, frustração, culpa e compulsão.

5. Equilíbrio

Nenhum alimento sozinho tem o poder de emagrecer ou engordar. A composição corporal é consequência de diversas influências que envolvem muito mais do que a ingestão de calorias ou nutrientes de alimentos. Elas envolvem também o prazer em comer e dentro de uma alimentação saudável, podemos encontrar espaço para tudo, fazendo escolhas certas e substituições quando necessário. Ter saúde é ter equilíbrio!

 

LEIA MAIS

Convênio entre Estado e União vence em dezembro. Pezão quer entregar unidade até o fim do mandato em 2018

Convocados, num total de 88, serão divididos em 17 postos e unidades de saúde do município

Objetivo é economizar R$ 600 milhões. Para donos de farmácia, proposta pode colocar o benefício em xeque

Publicidade
Agora Faz
TAGS: fitness | saúde