Escola de Rio Bonito de Cima pode ser reaberta no próximo semestre

Após mobilização, Secretaria de Educação vai avaliar pedido de moradores
segunda-feira, 17 de abril de 2017
por Alerrandre Barros
Foto de capa

Mais de 80 moradores e sitiantes de Rio Bonito de Cima, no distrito de Lumiar, em Nova Friburgo, pediram no último sábado, 15, ao subsecretário municipal de Educação, Igor Pinto, e ao presidente da comissão de Educação da Câmara de Municipal, Norival Espíndola (PT), a reabertura da Escola Municipal Nossa Senhora de Nazareth, durante um encontro na localidade. Tudo indica que o colégio deve voltar a funcionar no próximo semestre. 

“A reunião foi muito proveitosa. A Comissão de Educação vai apoiar o pleito dos moradores, e acreditamos que até o próximo semestre a escola será reaberta”, disse Espíndola. Também participaram do encontro o vereador Aylter Maguila (PMDB) e um assessor do vereador Naim Pedro (Dem). A VOZ DA SERRA tentou falar com a secretaria municipal de Educação nesta segunda-feira, 17, mas não obteve contato. 

Na próxima quinta-feira, 20, representantes dos moradores vão entregar um abaixo-assinado, junto com a moção de apoio da Comissão de Educação, ao Conselho Municipal de Educação. Os documentos serão encaminhados para o prefeito Renato Bravo. Segundo a idealizadora do movimento pela escola, chamado SOS Rio Bonito, Delphine Könz, disse nesta segunda-feira, 17, que mais de 350 assinaturas foram colhidas em favor da reabertura da escola. 

“Eu fiz um abaixo-assinado virtual, mas há pelo menos 10 dias um abaixo-assinado, por escrito, circula pela comunidade e também por outras regiões, como Galdinópolis. Acredito que mais de 500 assinaturas serão colhidas até o dia da reunião”, estima a médica veterinária e sitiante.   

Como A VOZ DA SERRA mostrou no último fim de semana, a Nossa Senhora de Nazareth foi fechada para reformas em 2015 e os alunos foram transferidos para a Escola Municipal Professora Alair Campos Ouverney, na localidade conhecida como Cabeceira, um local isolado, sem telefone e internet, cujo acesso se dá por uma estrada em péssimas condições. 

Delphine produziu um vídeo que mostra o estado da estreita estrada por onde os estudantes passam, nas vans escolares, para chegar à Alair Campos Ouverney. Em seis quilômetros, há buracos, lama e curvas sinuosas que põem em risco os estudantes em períodos de chuva. O vídeo também mostra imagens externas do colégio, numa área em meio a mata, distante cerca de 20 quilômetros da próxima via asfaltada. 

Cerca de 35 alunos do pré-escolar e do ensino fundamental estudam na Alair Ouverney. Em torno de 29 estudantes são do centro de Rio Bonito e os demais moram em outras localidades. Havia quatro escolas na região. Hoje, só há uma em funcionamento. No início deste mês, parte dos alunos, pais e mães realizaram um ato, em frente à antiga escola, pedindo a reabertura do espaço, depois de procurar a secretaria de Educação várias vezes, desde que a Nossa Senhora de Nazareth foi fechada para a reforma que nunca foi entregue. A escola fica próxima do posto de saúde, tem telefone, internet, portanto oferece uma estrutura melhor de educação e segurança. 

LEIA MAIS

Na ocasião foi lançada a base para a criação de uma cooperativa que permita a defesa dos interesses dos escritores

Na ocasião foi lançada a base para a criação de uma cooperativa que permita a defesa dos interesses dos escritores

Tendo sobrevivido a obstáculos políticos, econômicos e climáticos, campus friburguense é exemplo de superação

Publicidade
Agora Faz