Dois corpos são encontrados em mata do Cônego

Polícia ainda não identificou vítimas devido ao estado avançado de decomposição dos corpos
terça-feira, 20 de dezembro de 2016
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Após perícia da Polícia Civil na mata, os dois corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Nova Friburgo (Foto: Henrique Pinheiro / Arquivo A VOZ DA SERRA)

A Polícia Civil está tentando identificar os corpos de dois homens que foram encontrados em avançado estado de decomposição na noite desta segunda-feira, 19, no Cônego, bairro nobre de Nova Friburgo. Um morador do local sentiu um cheiro forte e acionou a Polícia Militar, que encontrou os corpos, próximos um do outro em uma mata.

“Um corpo é de um homem. O outro, a princípio, também, porque devido ao estado de decomposição ficou mais difícil identificá-lo. Estamos convocando pessoas que registraram o desaparecimento de parentes na cidade para vir à delegacia para reconhecer as roupas que estavam nos corpos. Talvez, assim, consigamos identificar as vítimas”, disse, nesta terça-feira, 20, o delegado da 151ª DP, Mário Arruda.

A polícia está trabalhando com a hipótese de homicídio. Após perícia da Polícia Civil na mata, os dois corpos foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Nova Friburgo. Os laudos periciais, que devem ficar pronto em até 30 dias, vão esclarecer a causa das mortes e ajudar os investigadores da Delegacia Legal a elucidar o caso.

Outra morte

No município de Cantagalo, policiais militares também encontraram o corpo de José Carlos de Souza Ramos, de 48 anos, já em estado de decomposição, na estrada da Mangueira, na localidade de Fazenda Brasil, no distrito Euclidelândia. O caso está sendo investigado por agentes da 153ª DP, que também trabalham com a hipótese de homicídio. Nenhum suspeito ainda foi preso.

LEIA MAIS

Polícia Civil pediu exame de DNA para confirmar identificação da vítima

Ele foi ouvido pela polícia e foi liberado porque não houve flagrante do crime

Corpo foi encontrado dentro de casa. Suspeito é procurado pela polícia

Publicidade
Agora Faz
TAGS: assassinato