Dia do Comerciante: uma data friburguense, com certeza

A ideia da instituição da efeméride partiu do jornalista Alcindo Alves dos Reis, diretor da Tribuna Comercial
sábado, 29 de julho de 2017
por Jornal A Voz da Serra

No último dia 16, comemorou-se o Dia do Comerciante, data bastante significativa e velha conhecida dos friburguenses. No entanto, o que nem todos sabem é que a referida data comemorativa teve como grande incentivadora da sua criação a Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo.

A ideia da instituição do Dia do Comerciante partiu do jornalista Alcindo Alves dos Reis, diretor da Tribuna Comercial, “vibrante órgão das classes produtoras do estado do Rio de Janeiro que se editava em Nova Friburgo” e primeiro secretário da Acianf. Como componente do conselho diretor daquela instituição, participou do IV Congresso das Classes Produtoras Fluminenses, realizado na cidade de Barra Mansa, no ano de 1950, momento em que teve a oportunidade de expandir a sua ideia, a qual foi recebida com aplausos gerais. Logo após seu regresso a Nova Friburgo, o jornalista expediu uma circular às diversas entidades comerciais do Brasil, pedindo adesões. Estas, dias depois, começaram a chegar à secretaria da Associação Comercial de Nova Friburgo, vindas de vários municípios.

Após compiladas, as mensagens de adesões foram enviadas à presidência da Confederação Nacional do Comércio e à Federação das Associações Comerciais do Brasil. Esta última entidade examinou a sugestão feita pela Acianf, que obtivera aprovação unânime por parte das entidades comerciais do país, aprovando-a por fim.

A data escolhida para a criação do Dia do Comerciante, 16 de julho, coincide com a data de nascimento do Visconde de Cairu – José da Silva Lisboa – patrono do comércio brasileiro, que, dentre tantas contribuições para o desenvolvimento econômico do Brasil, teve papel importante no incentivo ao ensino de economia política no país, participou ativamente na redação dos decretos que determinaram a abertura dos portos brasileiros e o fim da proibição de instalação de manufaturas no Brasil.

O Congresso Nacional, por sua vez, aprovou o projeto de nº 3.274/53, de autoria do deputado Ulisses Guimarães, com a promulgação da lei nº 2.048, de 26 de outubro de 1953, que instituía o "Dia do Comerciante". Naquele mesmo ano de 1953, o presidente em exercício da Confederação Nacional do Comércio, Clóvis Arrais Maia, enviou uma correspondência ao presidente da Acianf, José Mastrangelo, parabenizando a entidade pela justa homenagem à laboriosa classe do comércio brasileiro.

A partir de então, os membros diretores da Acianf já pensavam em realizar a primeira comemoração do Dia do Comerciante em Nova Friburgo, quando receberam da diretoria da Associação Comercial de Pureza uma mensagem especial de solidariedade em que sugeriam o mesmo. Com a manifestação favorável da Confederação Nacional do Comércio e da Federação Nacional das Associações Comerciais do Brasil, a Associação Comercial Industrial e Agrícola de Nova Friburgo preparou os festejos para que tal data fosse revestida com o brilho que lhe era merecido. Concretizava-se, por fim, mais uma conquista que floresceu no espaço da Acianf.

Lei nº 2.048, de 26 de outubro de 1953

Institui o Dia do Comerciante

O Congresso Nacional decreta e eu promulgo, nos termos do art. 70, § 4º, da Constituição Federal, a seguinte lei:

Art. 1º - É instituído o "Dia do Comerciante", em homenagem ao comércio, que será celebrado anualmente a 16 de julho, sem prejuízo do trabalho normal se recair em dia útil, data do nascimento do Visconde de Cayuru - José da Silva Lisboa.

Art. 2º - Esta lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário.

Senado Federal, em 26 de outubro de 1953.- João Café Filho, presidente do Senado Federal.

(Publicado no "Diário Oficial", de 30/10/53, p. 18.410)

 

LEIA MAIS

Uma atividade de extrema importância para a bagagem cultural mundial, além de movimentar a economia e beneficiar diversos lugares

Há palestras e cursos voltados para o microempreendedor individual, para o empresário e para quem busca qualificação no mercado de trabalho

Estrutura é compartilhada para cursos, palestras, consultores e reuniões

Publicidade
Agora Faz
TAGS: Acianf