Dia da Áustria é celebrado com solenidade na Praça das Colônias

Autoridades e representantes da sociedade civil relembraram influência na história de Friburgo
sexta-feira, 27 de outubro de 2017
por Dayane Emrich

 A manhã desta quinta-feira, 26, foi de muita emoção e alegria para a comunidade austríaca em Nova Friburgo. Isso porque, em solenidade na Praça das Colônias, no Suspiro, foi celebrado o Dia da Áustria. Na cerimônia foi destacada as atividades da Casa da Áustria, presidida por Lola Madeira Vonbun, e a importância de se preservar os valores culturais do município.

Entre as autoridades presentes na homenagem à nação europeia estavam o presidente da Câmara de Vereadores Alexandre Cruz; o secretário de turismo, Wilton Neves; o secretário de cultura, Marcos Marins; a subsecretária de esportes, Samantha Alves; e a comandante da Guarda  Municipal, Ofélia de Aguiar Martins. Participaram também representantes das demais colônias friburguenses e da sociedade civil.

Além da execução dos hinos nacional brasileiro e austríaco, foi executado o hino de Nova Friburgo. Durante o evento, houve o hasteamento das bandeiras do Brasil, Espanha, Líbano, Japão, Hungria, Itália, Alemanha, Portugal, Pan-africana, Áustria e Suíça e apresentação dos alunos da Escola Municipal Alcides Francisco Brantes, de Salinas.

Em seu pronunciamento, Lola falou sobre o jovem Sebastian Kurz, novo chanceler austríaco; a respeito do acordo de cooperação cultural entre os dois países; a necessidade de manter a relação de intercâmbio entre os povos e o projeto ‘Ascofri nas escolas’. “Eu agradeço à Associação das Colônias de Nova Friburgo e a Célia Badini por tornar possível o projeto junto às escolas municipais, que possibilita a difusão da cultura das nações colonizadoras entre as crianças”, afirmou.  

Representando o prefeito Renato Bravo, Wilton Neves destacou: “É maravilhoso ver as crianças em um ambiente de música, cultura e tradição. Parabenizo a Ascofri e os representantes das colônias pelo trabalho. Em tempos onde disputa-se a supremacia, Friburgo é um exemplo de coexistência pacífica entre diferentes raças. Somos realmente a cidade de todos os povos”, pontuou.

De acordo com historiadores, Nova Friburgo foi fundada sob a influência da imperatriz Leopoldina, que contribuiu para a vinda dos primeiros colonos suíços que deram origem à cidade. Dentre eles, vieram seis cidadãos de nacionalidade austríaca. Mais tarde, a partir de 1925, chegaram outros fugindo do nazismo e técnicos para trabalhar nas fábricas Filó, Rendas e Ypu.

O austríaco Anthon Brüstle, também em 1925, iniciou a plantação de flores no Caledônia. A família Hurnaus montou uma pequena fábrica de chinelos que acabou se transformando na Tiroleza Modas. A mesma família fundou o Hotel Mount Everest. No mesmo ramo, o Hotel Bucsky surgiu da união entre uma austríaca e um húngaro.

 

LEIA MAIS

Ação faz parte do projeto “Nova Friburgo 200 anos, uma canção de amor”

Enquanto alguns apontam lixeiras, brinquedos e aparelhos de ginástica quebrados, outros destacam policiamento constante e amplo espaço para lazer

Equipamento passou por vistoria nesta quinta. Segundo o órgão, novas exigências terão que ser executadas

Publicidade
Agora Faz
TAGS: 200 anos