Dia D da contra a gripe não deve atingir a meta em Friburgo

Procura pela vacina está sendo baixa em todos os postos de saúde, diz enfermeira
sábado, 12 de maio de 2018
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)

O Dia D nacional de vacinação contra a gripe Influenza, neste sábado, 12, foi marcado, em Nova Friburgo, por postos de saúde vazios. As cinco unidades do município registraram baixa procura pela vacina, segundo a enfermeira Juliana Sepúlveda, do Posto Sylvio Henrique Braune, no Suspiro.

"Estamos com um movimento abaixo do esperado. O público-alvo ainda não aderiu a essa campanha como deveria. Ainda não atingimos nem uma meta razoável, principalmente crianças”, disse ela.

Estarão abertos até 17h os postos Sylvio Henrique Braune, no Suspiro; Tunney Kassuga, em Olaria; Waldir Costa, em Conselheiro Paulino; José Copertino Nogueira, em São Geraldo; e Ariosto Bento de Mello, no Cordoeira.

Devem ser  vacinados crianças até 4 anos e 29 dias, idosos acima de 60 anos e pessoas que sejam portadoras de doenças crônicas, mediante comprovante médico, além de mães que deram à luz até 45 dias atrás.

De acordo com o último levantamento da Secretaria municipal de Saúde, atualizado no último dia 4, apenas 9.710 pessoas já haviam tomado a vacina contra a gripe, número que representa menos de 25% do público-alvo. Até agora foram os idosos que mais procuraram os postos e ações sociais para vacinação contra a gripe: 7.529. Ainda segundo a prefeitura, o público alvo que menos têm sido imunizado é o de crianças (858) e gestantes (207). A Secretaria de Saúde apela a população para que se sensibilizem sobre a importância da vacinação.

 A meta de imunização contra a gripe este ano em Nova Friburgo é de 43 mil vacinas. Até agora, o governo do estado já repassou mais de 20 mil doses para o município. Gestantes, crianças com idades entre 6 meses e menores de cinco anos, pessoas com mais 60 anos, mulheres com até 45 dias após o parto, pacientes crônicos, além de profissionais de saúde e indígenas formam o grupo prioritário da campanha. A meta estadual é imunizar cerca de 4,5 milhões de pessoas.

As doses aplicadas durante a 20ª Campanha de Vacinação contra a Influenza, programada pelo Ministério da Saúde, imunizam contra os três subtipos de gripe: A/H1N1, A/H3N2 e Influenza B. De janeiro até o último dia 7, foram confirmados 263 casos confirmados de Síndrome Respiratória Aguda Grave no Estado do Rio.

A Influenza

Com os sintomas mais comuns sendo febre e dores musculares, a Influenza é uma infecção viral que pode ser fatal, principalmente em grupos considerados de alto risco. Sinônimo de gripe, a palavra "influenza" tem sido usada de forma geral no Brasil para se referir aos tipos A e B do vírus, que estão relacionados a epidemias. Já o tipo C da doença é o mais comum, que causa apenas infecções respiratórias brandas.

Para evitar a gripe e os possíveis agravamentos da doença, a orientação é de que as pessoas se vacinem dentro do prazo da campanha. Isso porque, é preciso que todos estejam devidamente protegidos antes do inverno chegar, já que a vacina precisa de 15 dias para garantir a proteção. A expectativa é de que cerca de 4,5 milhões de pessoas sejam vacinadas em todo o país. A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza vai até o dia 1º de junho.  

Publicidade
Agora Faz
TAGS: