Comitê dos 200 anos homenageia pessoas e instituições centenárias

Mais de 30 certificados históricos serão entregues em solenidade nesta segunda, a 100 dias do bicentenário
segunda-feira, 05 de fevereiro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
O Colégio Anchieta é uma das instituições centenárias de Nova Friburgo (Arquivo AVS)

Faltando cem dias para o bicentenário, o Comitê dos 200 de Nova Friburgo fará uma homenagem aos centenários da cidade: cidadão, empresas e instituições com 100 anos de idade ou mais. A cerimônia será realizada nesta segunda-feira, 5, às 17h, no Teatro Municipal Laércio Rangel Ventura.

Mais de 30 homenagens serão prestadas. Entre pessoas, 11 nomes, sendo que a organização acredita que existam mais friburguenses com esse perfil. Por isso, esses primeiros homenageados são representativos. Ao longo dos próximos meses, outras pessoas que forem localizadas também receberão o Certificado Histórico de Centenários.

Entre as pessoas, a curiosidade é que a maioria é do sexo feminino. Apenas três homens. Também é uma mulher a veterana do seleto grupo de centenários: a conhecida Ida da Silva Dutra da Costa, que no próximo dia 22 de maio estará completando 107 anos. A caçula do grupo de centenários é a professora alemã Brigitte Schlupp (foto), que completou 100 anos no último dia 23 de janeiro. Entre os homens,  Abdo Carim prepara-se para comemorar seus 101 no próximo dia 26 de fevereiro.

Ainda entre os cidadãos centenários, a senhora Alcida Pereira dos Santos, moradora mais antiga do bairro São Geraldo, onde reside há 74 anos, vai completar 100 anos ainda em 2018, em 6 de setembro. Ela é nora de um dos primeiros moradores de São Geraldo, o segundo mais populoso bairro friburguense. Seu sogro é nome da rua (Ricardo dos Santos), onde a família tem residência. Seu sogro foi quem batizou o local à época de Arraial de São Geraldo, em razão de sua devoção católica e em referência ao um dos filhos, de nome Geraldo.

Entre as instituições, além das três bandas - Real Euterpe Friburguense (155 anos), Sociedade Campesina Friburguense (148) e Sociedade Euterpe Lumiarense (127), a Maçonaria (179 anos), os colégios Anchieta (132) e Nossa Senhora das Dores (125), a Comunidade Luterana (194) e a Sociedade Humanitária dos Operários (124 anos), o Sanatório Naval (108) e o Tiro de Guerra (109), bem como a “caçula”, a Associação Comercial e Industrial, Acianf, que completou seu primeiro centenário em16 de dezembro passado.

A partir de agora, a proposta do Comitê é desenvolver ações que pontuem a contagem regressiva nos 90, 80, 70, 60, 50 dias, e assim por diante.

 

LEIA MAIS

Prefeito e comitiva participaram da inauguração; cidade portuária de onde suíços partiram teve festa com queima de fogos

Em entrevista exclusiva, ele fala de intercâmbios, projetos e parcerias na agenda de sua viagem oficial

Festejo com dança folclórica na Praça do Suspiro reúne representantes dos 10 países colonizadores

Publicidade
TAGS: 200 anos