Comitê dos 200 anos homenageia nossos centenários

Agraciados receberam certificados históricos em cerimônia no Teatro Laercio Ventura
segunda-feira, 05 de fevereiro de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Renato e Cristina entregam a homenagem a dona Hercília Bravo (Fotos: João Luccas Oliveira)

Na última segunda-feira, 5, quando faltavam exatos 100 dias para o bicentenário de Nova Friburgo (a ser celebrado no próximo dia 16 de maio), o Comitê Nova Friburgo 200 anos reverenciou cidadãos, empresas e instituições com um século de vida ou mais. Os homenageados receberam certificados históricos de centenários em cerimônia realizada no Teatro Municipal Laercio Rangel Ventura, em clima de muita emoção. A ideia de celebrar e reconhecer a memória e a vida desses centenários foi do jornalista Girlan Guilland, ouvidor da prefeitura e um dos entusiastas da história da cidade.

O prefeito Renato Bravo e a coordenadora do Programa Nova Friburgo 200 anos, a primeira dama, Cristina Bravo, destacaram os planos e as celebrações do bicentenário enfatizando as ações e projetos que estão sendo desenvolvidos para deixar um legado de sustentabilidade, cultura, memória e novas práticas de participação e colaboração que vão além do tradicional desfile de 16 de maio. A história e a memória são algumas das bases do Programa Nova Friburgo 200 anos, que possui dois historiadores em sua equipe: Janaína Botelho e Luiz Fernando Folly. Eles desenvolvem projetos de criação e adaptação de equipamentos culturais que valorizam a história de Nova Friburgo, como a Fundação D João VI, e a publicação de livros sobre a formação do município.

Na solenidade de segunda-feira, mais de 30 homenagens foram prestadas, sendo 11 para pessoas, mas a organização acredita que existam mais friburguenses com esse perfil e, a medida que forem localizados, também receberão os certificados históricos de centenários de Nova Friburgo. Entre os homenageados, uma curiosidade: a maioria, mulheres. Apenas três homens.

Uma das homenageadas foi a senhora Rosália Villaça da Silva, a dona Detinha (foto), que completou 100 anos em dezembro. Viúva do atleta do antigo Esperança, Teleco, ela foi costureira de roupas finas para a sociedade friburguense, se destacando com a confecção de vestidos para noivas e debutantes. Devido a voz empostada atuou na extinta Cia. Telefônica de Nova Friburgo onde se aposentou. Mãe da conhecida professora Wilma Vilaça de Souza, dona Detinha, chamou a atenção por sua paixão pela leitura e a revelação de, mesmo aos 100 anos, fazer questão de ler diariamente as edições de A VOZ DA SERRA, da qual é assinante. E com um detalhe: sem o auxílio de óculos.        

Também foi agraciada no evento a irmã e ex-professora Celma Calvão, premiada pelo centenário Colégio Nossa Senhora das Dores, do qual foi diretora. Outra veterana do seleto grupo de centenários, foi a conhecida Ida da Silva Dutra da Costa, que no próximo dia 22 de maio vai completar 107 anos. Torcedora do Flamengo, ela nasceu no ano que o rubro negro foi criado e até hoje acompanha pela TV a atuação do time nos campeonatos.

A caçula do grupo de centenários é a professora alemã Brigitte Schlupp, que completou 100 anos no último dia 23 de janeiro. Ela casou em 1937 com o pastor luterano, Schlupp, e veio morar em Nova Friburgo. Brigitte praticava muito esporte como natação, tênis e ciclismo e chegou a escalar o Pico das Agulhas Negras com seu pai. Em 1949, seu marido adquiriu o Colégio Cêfel. Amy como é chamada pelos familiares tem dois filhos, cinco netos e sete bisnetos. O que mais surpreende é que Brigitte fala dos acontecimentos do passado de Nova Friburgo com tanta desenvoltura, incluindo até os sons da cidade, como se fosse ‘notícia de ontem’.

Também entre os cidadãos centenários, recebeu o certificado a senhora Alcida Pereira dos Santos, conhecida como dona Ercília. Ela é a moradora mais antiga do bairro São Geraldo, onde reside há 74 anos. Vai completar 100 anos ainda este ano, em 6 de setembro. Ela é nora de um dos primeiros moradores de São Geraldo. Seu sogro, Ricardo dos Santos, é nome de rua no bairro, que é o segundo mais populoso de Friburgo, onde a família tem residência. Seu sogro foi quem batizou o local à época de Arraial de São Geraldo, em razão de sua devoção católica e em referência a um dos filhos que também se chama Geraldo.

Outra homenageada com o certificado foi a senhora Irene Neves, de 107 anos. Nascida em Trajano de Moraes, há 50 anos veio morar em Nova Friburgo com o marido Nicolino. O casal atuou como lavradores no distrito de Conselheiro Paulino. Também foram homenageados os centenários Abdo Carim, que prepara-se para comemorar seus 101 no próximo dia 26, Hugolino Ferreira de Andrade, Artelina Tinoco Alves, Laert Ribeiro, Cecy Machado Lima e Gabriela Hurnaus.

Entre as instituições, além das três bandas - Real Euterpe Friburguense (155 anos), Sociedade Campesina Friburguense (148) e Sociedade Euterpe Lumiarense (127), a Maçonaria (179 anos), os colégios Anchieta (132) e Nossa Senhora das Dores (125), a Comunidade Luterana (194) e a Sociedade Humanitária dos Operários (124 anos), o Sanatório Naval (108) e o Tiro de Guerra (109), bem como a “caçula”, a Associação Comercial e Industrial, Acianf, que completou seu primeiro centenário em 16 de dezembro passado. Aqueles que não puderam comparecer receberão os certificados oportunamente.

 

 

  • Dona Brigitte Schlupp acabou de fazer 100 anos

    Dona Brigitte Schlupp acabou de fazer 100 anos

  • A Câmara Municipal também foi representada

    A Câmara Municipal também foi representada

  • A Banda Euterpe, outra instituição centenária

    A Banda Euterpe, outra instituição centenária

  • A Campesina, também centenária

    A Campesina, também centenária

  • Euterpe Lumiarense

    Euterpe Lumiarense

  • A irmã Celma Calvão representou o Dores

    A irmã Celma Calvão representou o Dores

  • Gilberto Sader e sua famosa loja de doces

    Gilberto Sader e sua famosa loja de doces

  • Sanatório Naval

    Sanatório Naval

  • Casa de Itália

    Casa de Itália

  • Flavio Stern representando a agora centenária Acianf

    Flavio Stern representando a agora centenária Acianf

  • Gillan Guilland apresentou o evento, do qual foi um dos idealizadores

    Gillan Guilland apresentou o evento, do qual foi um dos idealizadores

  • Cristina Bravo, a presidente do Comitê dos 200 anos

    Cristina Bravo, a presidente do Comitê dos 200 anos

  • O prefeito Renato Bravo discursa para o auditório

    O prefeito Renato Bravo discursa para o auditório

  • Doutor Carim representou seu pai, o centenário sr. Abdo

    Doutor Carim representou seu pai, o centenário sr. Abdo

Publicidade
TAGS: 100 anos