Com fim da greve, Uerj retoma aulas nesta segunda, também em Friburgo

Professores e técnicos receberam salários atrasados. Alunos ainda aguardam pagamento de bolsas
segunda-feira, 22 de janeiro de 2018
por Alerrandre Barros
Foto de capa

Em assembleia realizada na tarde de quarta-feira, 17, os professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj) decidiram suspender a greve que perdurava desde outubro do ano passado. Os técnicos administrativos também descruzaram os braços. As aulas devem recomeçar na próxima segunda-feira, 22.

Professores e técnicos interromperam as atividades por causa dos atrasos nos pagamentos de salários. Alunos também não estavam recebendo as bolsas. Em Nova Friburgo, no Instituto Politécnico, durante o período de greve, alguns docentes mantiveram as aulas, mas várias disciplinas não foram concluídas.

No início da próxima semana, a reitoria da universidade vai definir o calendário acadêmico. A expectativa é concluir o primeiro semestre de 2017, atrasado por causa das paralisações, até meados de abril e realizar o segundo semestre de 2017 e o primeiro de 2018 juntos, a partir de maio.

De acordo com o diretor da Uerj em Nova Friburgo, professor Ricardo Barros, a universidade espera regularizar o pagamento das bolsas de estudantes até hoje, dia 19. Por causa disso, o Diretório Central de Estudantes também decretou greve dos alunos. Muitos dependem das bolsas para se manter na universidade.

“Em Friburgo, os terceirizados continuaram trabalhando apesar de as empresas de segurança e manutenção não estarem recebendo os repasses do governo. Não adianta pagar salários dos servidores e bolsas dos alunos se não houver limpeza. A expectativa é que o governo regularize esta situação também”, disse Barros.

O fim das paralisações dos professores e técnicos administrativos da Uerj coincide com o pagamento dos salários atrasados por parte do governo do estado. Os vencimentos mensais dos servidores estão em dia. Na quarta-feira, 17, o governo anunciou que pretende quitar parte do 13º salário de 2017 nesta sexta-feira, 19.

 

LEIA MAIS

Categoria rejeita parte da proposta feita pelo prefeito Renato Bravo. Nova assembleia está marcada para terça

Categoria avalia nesta sexta-feira proposta de reajuste salarial apresentada pelo prefeito para todo o funcionalismo

Delivery nesta sexta tentará arrecadar R$ 12 mil que faltam para bancar viagem de estudo à Suécia

Publicidade
Agora Faz
TAGS: Educação