Colégio Anchieta realiza Oficina de Arte Cinematográfica

Curso ministrado pelo diretor Felippe Nagato se estenderá a todos os segmentos da educação
quinta-feira, 05 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
(Foto: Divulgação)

Alunos do ensino fundamental e que integram o Teatro Amador do Colégio Anchieta - Taquinha - estão participando da oficina de arte cinematográfica e os resultados têm sido animadores. Segundo a coordenadora de Cultura e Eventos do colégio, Jane Ayrão, brevemente, o curso ministrado pelo diretor Felippe Nagato se estenderá a todos os segmentos da educação.

“O Felippe desenvolve as técnicas básicas do cinema com extrema dedicação e criatividade. As crianças se encantam, e a cada aula se mostram mais entusiasmadas. Os alunos são apresentados à história do cinema, às primeiras câmeras e aos primeiros cineastas, até às técnicas de enquadramento”, revelou Jane Ayrão.

Segundo ela, as crianças têm total liberdade para operar os equipamentos, sob orientação do diretor. “Dessa forma, aprendem na prática as etapas de pré-produção, produção e pós-produção de uma obra audiovisual”, acrescentou.

O curso, iniciado em 1º de março, com duração prevista de dois meses, pretende apresentar, ao seu final, um curta metragem criado e produzido pelos próprios alunos. Juntamente com o laboratório de redação do colégio, as crianças desenvolvem o roteiro e são protagonistas de toda a produção.

No mês passado, o diretor Felippe Naggato filmou o documentário “Por trás do balcões… histórias e corações”, de entrevistas com empresários, na biblioteca do colégio, para contar a história da evolução do comércio em Nova Friburgo.

Esta produção tem como base o trabalho do Grupo de Estudos Memória e Identidade, e dela também faz parte uma peça teatral do Taca, que vai participar do evento Friburgo 200 anos. A peça estreia em maio no teatro do Anchieta.

Já o curta do Taquinha será exibido em sessão aberta aos pais dos alunos, em data a ser divulgada, ainda neste mês, por ocasião dos 132 anos do Colégio Anchieta.

 

LEIA MAIS

Cacá Ottoni interpreta autista no filme “Canastra Suja”, que estreia nesta quinta nos cinemas de todo o Brasil

Cidade vai na contramão do país, que bateu em abril recorde de 1975, atingindo pico histórico de 3.279 pontos em funcionamento

Filme “Antes que eu me esqueça” conta com dois talentos de uma família da cidade

Publicidade
TAGS: anchieta | Taca | Cinema