Cerejeiras de Debossan são eleitas as mais deslumbrantes de Nova Friburgo

Foto da leitora Ivane Klein conquistou mais de 1.300 curtidas e teve 336 compartilhamentos
quinta-feira, 10 de agosto de 2017
por Adriana Oliveira

A foto das cerejeiras em flor emoldurando a RJ-116 na altura de Debossan, feita pela leitora Ivane Klein, arrebatou os leitores de A VOZ DA SERRA e passa a ilustrar a página do jornal A VOZ DA SERRA no Facebook, como imagem de capa.

A foto de Ivane conquistou nada menos que 1.300 curtidas, 108 comentários elogiosos e 336 compartilhamentos na rede social até as 17h desta sexta, 28.

Em segundo lugar, com 621 curtidas e 63 compartilhamentos, a foto mais votada pelos leitores foi a de Marina Bastos Schottz, moradora do Córrego Dantas que se encantou com o túnel de cerejeiras do Sítio dos Matsuoka, em Florândia da Serra, no distrito de Conquista. Por sinal, o mesmo lugar onde todos os anos é realizada a Hanami, a tradicional Festa das Cerejeiras da colônia japonesa:

Em terceiro lugar, com 344 curtidas e  3 compartilhamentos, ficou a foto do leitor Savio Moraes, que clicou a própria cerejeira, cultivada no jardim de sua casa, em Campo do Coelho:

O quarto lugar fica com a cerejeira de Patricia Mendes, na Ponte da Saudade, com 273 curtidas e 23 compartilhamentos:

 Em quinto, o clique de Amanda Toledo, no Cônego, com 136 curtidas e 3 compartilhamentos:

No total, o concurso das cerejeiras mais deslumbrantes de Nova Friburgo gerou mais de três mil curtidas e centenas de comentários e compartilhamentos nas 28 fotos de leitores postadas, tanto no site quanto no Facebook do jornal, onde elas continuam sendo exibidas, curtidas, comentadas e compartilhadas. Dezenas de outras imagens foram recebidas via WhatsApp (99213-9995), mas não puderam ser postadas por razões de ordem técnica, como a capacidade do servidor.

A flor de cerejeira é símbolo nacional no Japão, onde é chamada de sakura. Diz a lenda que uma princesa caiu do céu perto do Monte Fuji, transformando-se nessa flor. As cerejeiras florescem apenas uma vez por ano, quando há uma elevação de temperatura após uma onda de frio intenso. A floração é curta, costuma durar apenas duas semanas. Por isso é considerada  a flor sagrada dos samurais, que, através dela, são lembradosde como a vida pode ser efêmera.

No Brasil, os primeiros exemplares de cerejeira foram plantados no início do século XX, por iniciativa do povo japonês, que presenteou várias nações com as mudas, como prova de amizade. Por esse motivo, a cerejeira também simboliza a fraternidade.

 

LEIA MAIS

Novo convênio é apresentado ao governo municipal; foco do projeto agora será uma solução para a encosta atrás do Hospital São Lucas

Previsão de ventos com chegada de frente fria no fim de semana frustra planos de organizadores. Nova tentativa será feita no sábado 28

Homens detidos estavam limpando área de proteção ambiental perto do parque em Conquista

  • A foto vitoriosa, tirada em Debossan (Foto: Ivane Klein)

    A foto vitoriosa, tirada em Debossan (Foto: Ivane Klein)

  • O segundo lugar: túnel de flores no Sítio dos Matsuoka (Foto: Marina Bastos Schottz)

    O segundo lugar: túnel de flores no Sítio dos Matsuoka (Foto: Marina Bastos Schottz)

  • Terceiro lugar: cerejeira em Campo do Coelho (Foto: Savio Moraes)

    Terceiro lugar: cerejeira em Campo do Coelho (Foto: Savio Moraes)

  • Quarto lugar: cerejeira na Ponte da Saudade (Foto: Patricia Mendes)

    Quarto lugar: cerejeira na Ponte da Saudade (Foto: Patricia Mendes)

  • Quinto lugar: cerejeira no Cônego (Foto: Amanda Toledo)

    Quinto lugar: cerejeira no Cônego (Foto: Amanda Toledo)

Publicidade
Agora Faz