Casos de polícia em Friburgo no fim de semana

Roubo de celular no Centro, carro incendiado, apontadoras do bicho presas e suborno: veja o que aconteceu
segunda-feira, 04 de junho de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Policiais militares da Motopatrulha apreenderam um celular roubado com um adolescente, de 15 anos, na última sexta-feira, 1º, no Centro de Nova Friburgo. Ele foi acusado de roubar o aparelho de uma mulher, de 30 anos, pouco tempo antes na Rua Coronel Galiano das Neves.

O rapaz foi detido por outro homem, 27, que soube do roubo. Quando os agentes chegaram ao local, encontraram o acusado detido e com o aparelho celular Motorola G4. Ele foi levado para a 151ª DP, onde foi autuado por roubo e permaneceu apreendido.

Carro incendiado

No sábado, 2, à tarde, um carro, que teria sido furtado na noite anterior, foi incendiado na Rua Manoel Alexandre de Moura, no Catarcione. O veículo estava em situação irregular. Segundo a polícia, o proprietário foi acionado e o carro periciado e rebocado. O caso é investigado pela Polícia Civil.

Apontadoras do bicho presas

Na noite de sábado, 2 Uma mulher de 44 anos foi detida quando fazia a distribuição de cartelas de jogo do bicho na Rua Marechal Floriano Peixoto, no Perissê. Outra mulher, de 59 anos, também foi flagrada pela contravenção no local.

Durante a ação dos policiais da Radiopatrulha, do 11º BPM, dez  talões foram apreendidos, cinco pochetes usadas para aguardar as apostas, além de 55 jogos registrados e R$ 55.

Oito pessoas estavam no local. A mulher, 44, é apontada como a responsável por administrar as apostas. As duas acusadas foram detidas e levadas para a 151ª DP, no Centro, onde foram ouvidas e autuadas pela contravenção. Elas vão responder em liberdade.

Tentativa de suborno

Um motorista de 67 anos foi detido sem a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), na madrugada deste domingo, 3, quando passava pela Avenida Presidente Costa e Silva, na altura de Duas Pedras,. De acordo com a Polícia Militar, ele tentou comprar os agentes da Radiopatrulha para ser liberado, mas acabou preso em flagrante.

O homem foi abordado, por volta das meia-noite, em um Fiat Strada prata. Durante o procedimento de verificação da documentação, ele só apresentou somente o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) do carro. O motorista estava sem a CNH. Para evitar ser multado, ele ofereceu R$ 30 aos policiais, mas acabou preso em flagrante.

Ainda segundo informações da PM, durante a condução para a 151ª DP, o acusado ofereceu valores maiores aos agentes e um cheque em branco, mas não foi liberado. Na delegacia, além da infração por dirigir sem a carteira, o homem foi autuado por corrupção ativa. Ele já possuía passagem pelo mesmo crime.

 

Publicidade
TAGS: