Campanha de vacinação contra gripe começa nesta terça

Doses estão sendo oferecidas a crianças, gestantes, idosos e doentes crônicos nos cinco principais postos de saúde de Friburgo
terça-feira, 24 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Depois de meses de campanha contra a febre amarela, chegou a vez de se imunizar novamente. Desta vez, a vacina é para proteger a população contra o vírus da gripe. A doença, que por muitas vezes é subestimada pela população, também pode levar o paciente infectado à morte. Para evitar que isso aconteça, nesta  terça-feira, 24, começa a Campanha Nacional de Vacinação contra a Influenza.

Em Nova Friburgo, as doses da vacina estarão disponíveis nos cinco principais postos de Saúde do município. De segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, a imunização será oferecida na Policlínica Sylvio Henrique Braune, no Suspiro; no Posto de Saúde Tunney Kassuga, em Olaria; e no Posto de Saúde Waldir Costa, em Conselheiro Paulino. Já durante as terças e quintas, a população também poderá se vacinar nas unidades de saúde José Copertino Nogueira, em São Geraldo, e Ariosto Bento de Mello, no Cordoeira, também das 8h às 17h.

De acordo com a Coordenação de Imunização da Secretaria Municipal de Saúde, o público-alvo desta 20ª edição da campanha são crianças de 6 meses até menores de 5 anos, gestantes em qualquer idade gestacional, puérperas (mães até 45 dias após o parto), pessoas acima de 60 anos, doentes crônicos - mediante receita com indicação médica - e profissionais de saúde e educação das redes pública e privada com apresentação de comprovante. A definição deste grupo prioritário segue recomendação da Organização Mundial da Saúde.

Segundo o Ministério da Saúde, a vacina contra influenza é segura e reduz as complicações que podem produzir casos graves da doença, internações ou, até mesmo, óbitos. Ela protege contra os três subtipos do vírus da gripe que mais circularam no último ano no Hemisfério Sul, de acordo com determinação da OMS (A/H1N1, A/H3N2 e influenza B).

Vale lembrar, entretanto, que a vacina é contraindicada para pessoas com alergia aos componentes, principalmente à proteína do ovo, e aqueles que apresentaram reação anafilática prévia em doses anteriores. Portadores de doenças neurológicas e síndrome Guillain-Barré devem consultar um médico antes de tomar a vacina.

A Influenza

Com os sintomas mais comuns sendo febre e dores musculares, a influenza é uma infecção viral que pode ser fatal, principalmente em grupos considerados de alto risco. Sinônimo de gripe, a palavra "influenza" tem sido usada de forma geral no Brasil para se referir aos tipos A e B do vírus, que estão relacionados a epidemias. Já o tipo C da doença é o mais comum, que causa apenas infecções respiratórias brandas.

Segundo dados do Ministério da Saúde, este ano, até o dia 16 de abril, foram notificados 167 casos confirmados de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) em pacientes internados no Rio, sendo quatro deles causados pelo vírus H1N1 e 13 provocados pelo vírus H3N2, tipo A da doença. No mesmo período, foram notificados 18 óbitos por SRAG no estado, sendo 1 por H3N2.

Para evitar a gripe e os possíveis agravamentos da doença, a orientação é de que as pessoas se vacinem dentro do prazo da campanha. Isso porque, é preciso que todos estejam devidamente protegidos antes do inverno chegar, já que a vacina precisa de 15 dias para garantir a proteção. A expectativa é de que cerca de 4,5 milhões de pessoas sejam vacinadas em todo o país. A Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza vai até o dia 1º de junho. O Dia D de imunização está marcado para 12 de maio.

 

LEIA MAIS

Prefeitura garante que os medicamentos não foram oferecidos à população após o período de validade

Sistema online tem apresentado falhas desde o mês passado; prefeitura diz estar implementando medidas emergenciais para minimizar transtornos

Jardim Ouro Preto, Riograndina e Conselheiro serão as próximas localidades a ganhar equipamentos

Publicidade
Agora Faz
TAGS: vacina | saúde