Brasil x Suíça neste domingo: torcidas amigas em Friburgo

Telão na praça vai reunir friburguenses e descendentes de suíços numa festa para celebrar o futebol e a amizade
sexta-feira, 15 de junho de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Foto de capa
Torcida suíça (Foto: AFP)

E estreia da seleção brasileira nesta Copa do Mundo vai ter um gostinho especial para os friburguenses. É que Neymar e companhia vão enfrentar a Suíça (país de onde partiram os imigrantes que fundaram a vila de Nova Friburgo, em 1818, por decreto real). E o confronto ocorre justamente no ano do bicentenário do município. Será que as torcidas estarão divididas?   

Na Praça do Suspiro, ponto turístico carregado de simbologia, um telão de 4x2 metros será montado para transmissão da partida, que acontece neste domingo, 17, às 15h, num encontro de friburguenses, suíços e descendentes de suíços numa festa para celebrar mais do que um jogo, uma amizade.

O verde, o amarelo, o vermelho e o branco vão colorir a praça, que, devido ao festival de cerveja artesanal Art & Bier, que começou na sexta-feira, 15, já conta com praça de alimentação repleta de food-trucks e estandes de cervejarias locais, barracas de artesanato e doces. A programação cultural está recheada e pode ser conferida na página 12 desta edição.

Organizado pela prefeitura em parceria com o Sesc e outros apoiadores da iniciativa privada, o evento também será realizado simultaneamente, com transmissão do jogo por telão, em algumas cidades suíças. De acordo com o prefeito Renato Bravo, sempre que houver a participação da seleção brasileira na Copa, todas as outras partidas do dia serão exibidas no telão do Suspiro.  

Simultaneamente, na cidade suíça de Fribourg, os torcedores suíços e os brasileiros que estiverem por lá poderão acompanhar a partida na fan zone de Saint-Léonard, que contará com uma tela gigante para transmissão do jogo num espaço com capacidade para 2.500 pessoas.

Descendentes de suíços já decoraram suas casas para a partida. O presidente da Colônia Suíça em Nova Friburgo, Geraldo Thurler, contou que o irmão dele, João, deve receber em casa cerca de 30 pessoas para assistir a partida em sua casa no Centro. Vai ter muita por cerveja e o bom churrasco brasileiro. Já ele, vai para a praça com 20 amigos assistir o jogo no telão.

“A cada gol que sair, do Brasil ou da Suíça, eu vou comemorar!”, disse, esquivando-se e fazendo troça quando foi perguntado para qual seleção irá torcer. Pode fazer bastante frio no domingo, 17, mas não deve chover na hora do jogo. Segundo o Climatempo, o dia deve amanhecer nublado com possibilidade de aberturas de sol à tarde. Pode garoar de manhã e à noite. A mínima é de 9 e a máxima de 13 graus.

Brasil e Suíça

Na Arena de Rostov, cidade a 1.088 quilômetros de Moscou, o time de Tite espera manter o histórico favorável em seu primeiro jogo no Mundial. O Brasil perdeu o jogo de abertura apenas duas vezes, em 1930 para a Iugoslávia (2 a 1) e em 1934 para a Espanha (3 a 1). Na Copa passada, abriu a participação vencendo a Croácia por 3 a 1.

O técnico brasileiro chega com moral na Rússia. Dos 21 jogos a frente da seleção, venceu 17, teve três empates e apenas uma derrota. O único revés foi em um amistoso diante da Argentina, em junho do ano passado. Para este jogo, mandará a campo Alisson, Danilo, Thiago Silva, Miranda, Marcelo, Casemiro, Paulinho, Philippe Coutinho, Willian, Neymar e Gabriel Jesus.

A seleção vai enfrentar o seu adversário mais difícil na fase de grupos da Copa. A Suíça tem se esforçado para jogar um futebol mais ofensivo. Nas eliminatórias, bateu Portugal e teve um desempenho satisfatório e ao enfrentar a Irlanda do Norte na repescagem. Os suíços estão em sexto lugar no ranking da Fifa, e o Brasil, em segundo. A Costa Rica é o 23º°, enquanto a Sérvia está em 34º.

 

LEIA MAIS

Ele acertou campeão, vice, placar, azarão e o destino da Alemanha. Tudo registrado em cartório

Torcedores foram preparados para fazer a festa diante do telão na praça, mas voltaram desanimados com derrota para Bélgica

Órgãos públicos funcionam até 13h nesta sexta; ônibus vão circular com frota reduzida durante a partida contra a Bélgica

Publicidade
TAGS: Copa